Version classiqueVersion mobile

Contos populares portugueses

 | 
Adolfo Coelho

Contos populares portugueses

LXIX. Os dois mentirosos

Texte intégral

1Eram uma vez dois irmãos que viviam muito pobres e sem meios de ganharem dinheiro; até que o mais velho disse para o outro: «Ó irmão, lembra-me uma coisa; vamos por esse mundo de Cristo pregar mentiras por dinheiro; um de nós irá adiante, e depois irá o outro confirmar o que o primeiro disse.» Combinaram as mentiras que haviam de dizer e partiram para a mesma terra, indo sempre um adiante. Chegado o primeiro a certa terra, começou a botar fama que trazia uma grande novidade, mas que só a daria por dinheiro; juntou-se logo muito povo, para saber a novidade, e o homem então disse: «Em tal terra acaba agora de nascer um menino com sete braços.» Então o povinho, admirado, pagou a novidade ao homem, e ele foi seguindo o seu caminho. Alguns mais incrédulos dispunham-se a partir para a tal terra para saber a certeza da novidade quando lá apareceu o outro irmão e começou a dizer que vinha de lá; então todos lhe perguntaram se ele tinha visto um menino com sete braços. Ele respondeu: «Eu não vi o menino com sete braços, mas vi uma camisa a enxugar que tinha sete mangas.» «Então é verdade o que nos disseram» e deram muito dinheiro ao homem. A este tempo já o outro irmão espalhava noutra terra que tinha visto um moi- nho em cima de um pinheiro, e recebia muito dinheiro em paga da novidade. Depois de ter partido para outra terra, chegou ali o irmão e perguntaram-lhe: «Olhe lá, diz que em tal terra está um moinho sobre um pinheiro?» «Olhem» , responde o rapaz, «o que eu lhe sei dizer é que vi um macho carregado de sacos de farinha subindo por um pinheiro acima.» «Ai, então é verdade o que nos disseram» , exclamou a pobre gente. Depois deram muito dinheiro aos homens e eles lá foram para outras terras enganar o povo.

2(Coimbra)

© Etnográfica Press, 1985

Licence OpenEdition Books

Cette publication numérique est issue d’un traitement automatique par reconnaissance optique de caractères.

Acheter

Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search