Version classiqueVersion mobile

Memória Social em Campo Maior

 | 
Luís Cunha

Agradecimentos

Texte intégral

1Um trabalho como este transcende sempre quem o faz. Implica boas vontades, cumplicidades e sacrifícios que não são apenas de quem investiga e escreve mas também daqueles que o cercam. Agradecer é, portanto, o acto mínimo de reconhecimento dessa partilha.

2É nesta óptica que as primeiras palavras de agradecimento são devidas a todos os campomaiorenses. A todos, não só porque é preferível, neste caso, a generalização ao perigo do esquecimento, mas também porque da vila que me acolheu só guardo lembranças de simpatia e jamais animosidade.

3À Virgínia, ao José Pedro e ao Miguel, mais do que agradecimentos, julgo dever desculpas. Neste longo percurso foram muitas as coisas que ficaram por fazer e muito o apoio que nem sempre pôde ser prestado. Bem sei que o resultado deste esforço não é paga suficiente, mas é o que posso oferecer.

4Dos colegas e amigos recebi sempre apoio e carinho, dádivas fundamentais que contribuíram de múltiplas formas para que não me perdesse irremediavelmente neste percurso. Devo uma palavra especial aos meus colegas da Secção de Antropologia, aos quais endosso desculpas por às vezes alijar cargas que temo terem pesado neles.

5Agradeço ainda a todas as instituições – e naturalmente que também a todas as pessoas a elas associadas – que de alguma forma contribuíram para este projecto. O Instituto de Ciências Sociais e o Centro de Ciências Históricas e Sociais que me enquadram institucionalmente, bem como todas as bibliotecas por que passei e que tão bem me receberam, das quais me permito destacar as bibliotecas municipais de Campo Maior e de Elvas e a biblioteca do Centro de Estúdios Ibéricos «Agostinho da Silva», em Olivença.

6Podendo neste caso dizer, com inteira propriedade, que os últimos são os primeiros, quero finalizar esta nota com o agradecimento ao meu orientador, Professor Joaquim Pais de Brito, que apesar dos múltiplos afazeres da sua vida académica e profissional, sempre se mostrou disponível para orientar, sugerir e incentivar, tornando-se, dessa forma, parte deste trabalho.

© Etnográfica Press, 2006

Licence OpenEdition Books

Cette publication numérique est issue d’un traitement automatique par reconnaissance optique de caractères.

Acheter

Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search