Version classiqueVersion mobile

Fixar o movimento

 | 
Teresa Fradique

Glossário1

Texte intégral

  • 1 As definições que se apresentam neste glossário são meramente indicativas e contextualizadoras do(s (...)

1batida/beat/loop: cadência de percussão que marca o ritmo de um tema (os temas podem-se medir pelo número de bpm’s- batidas por minuto); também serve para designar instrumental*.

2b-boys/fly-girls: rapaz/rapariga ligado de alguma forma à cultura hip hop, não tem necessariamente de exercer uma actividade; fã de hip hop*.

3black: indivíduo negro; também se utiliza bumbo*, preto, nigger.

4black nationalism: as ideologias nacionalistas desenvolvidas no seio das comunidades afro-americanas são formadas por uma série de correntes de consciencialização onde são realçadas as «raízes» africanas e a necessidade de desenvolver um black pride (orgulho); estas ideologias e as figuras públicas que as encabeçaram, de que são exemplo Du Bois, Martin Luther King, Malcom X, Mohammed Ali influenciaram profundamente o imaginário do rap americano.

5break-dance: estilo de dança, entre o acrobático e o atlético, característica do hip hop; tendo dado origem a diversas variantes; para além de ser praticado em festas de hip hop e outros espaços urbanos, é hoje uma das modalidades praticadas em health clubs.

6bumbo: indivíduo negro, palavra de origem angolana.

7caixa de ritmos: sequenciador electrónico de ritmos; elemento fundamental à produção de instrumentais*; instrumento simples e acessível (alternativa ao sampler* e ao Djing*).

8charros: haxixe fumado misturado com tabaco.

9clique/crew/posse: grupo de B-boys*, Rappers* ou Writers* que se juntam sob um nome e têm, eventualmente, um projecto próprio (podem agregar vários grupos de rap, ou Mcs de diferentes grupos); grupo de amigos que andam juntos.

10cross over: expressão utilizada na indústria musical para designar a passagem de um grupo com um público específico, para um público generalizado nomeadamente através de uma mudança ou mistura de estilos musicais.

11Dj/Djing: disck jockey; em geral, designa a actividade de passar música seleccionando e misturando as faixas; no contexto da cultura hip hop consiste na «arte» de criar som através da manipulação de dois pratos de gira-discos.

12estilo/style: ter estilo significa criar uma imagem / atitude própria, mas identificável pela corrente musical a que se pertence.

13free-style: rappar* recorrendo ao improviso; criar espontaneamente; letras de rap em frases soltas.

14gang: o mesmo que clique/crew/posse*; fora do movimento hip hop é utilizado para caracterizar grupos de jovens que praticam actividades ilícitas, neste contexto é associado ao espaço urbano ou suburbano.

15gangsta/ganster: Mcs que se identificam com a imagem agressiva de grupos de rap americanos que utilizam o imaginário dos gangs na sua expressão musical (gangsta rap).

16graffiti: componente visual da cultura hip hop que consiste na arte de pintura de superfícies públicas com várias técnicas de utilização de sprays.

17grunge: sub-género da música rock que emergiu na primeira metade dos anos 90 a partir de Seattle, nos EUA.

18hardcore: vertente mais dura e agressiva de um estilo musical.

19heavy metal: sub-género do rock.

20hip hop: designação geral para um movimento multidisciplinar urbano e juvenil com várias definições; integra obrigatoriamente a música rap, o break-dance* e o graffiti*.

21instrumental: parte instrumental de um tema de rap.

22jam session: sessão de improviso de Mcs; noção inspirada na terminologia do jazz.

23kizomba: estilo de música africana.

24main stream: expressão utilizada na indústria musical para designar projectos musicais acessíveis a um público abrangente.

25Mc/Mcing: Mestre de Cerimónias; indivíduo que rappa; técnica específica de canto que consiste no rappar*.

26mensagem: conteúdo das letras de rap; o que se tem para dizer; um dos elementos mais valorizados na prática do rap.

27MIDI: abreviatura de Musical Instrument Digital Interface; linguagem de comunicação entre instrumentos e computadores.

28movimento: o mesmo que cultura hip hop; o conjunto dos indivíduos, dos princípios e valores que caracterizam essa cultura/movimento.

29pula: palavra angolana que designa branco; também se usa tuga (abreviação de portuga).

30rappar: técnica específica de canto que caracteriza a actividade do Mc.

31rappers: Mc; também é por vezes utilizada para designar qualquer pessoa que esteja envolvida na prática de música de rap; B-boy*.

32real Mcs: genuíno; que viveu / experienciou a mensagem que inclui nas suas letras; expressão utilizada pelos rappers que se reclamam do movimento underground*; oposto a sucker Mc*.

33rima: estrofe de uma letra rap; frase de uma letra / improviso de rap.

34rua/street: não o espaço físico, mas o espaço de interacção específica; tem como referência o espaço exterior (com o qual se tem uma relação de nomadismo) e o tempo (longo, sem limites); a experiência da rua / street é essencial a um real Mc*.

35sampler/sample: aparelho que revolucionou a composição musical dos últimos anos; possibilita reproduzir alguns dos efeitos sonoros do Djing de hip hop.

36sebem: abreviatura da expressão ‘tá-se bem (está-se bem); uma expressão que ficou associada ao rap produzido em Portugal.

37skaters: praticantes de skate; desporto radical urbano.

38skills: qualidades / capacidades técnicas do acto de rappar*; relacionada com a velocidade de verbalização, ritmo e dicção; também serve para referir a capacidade de improviso; é sobretudo no free-style* que o rapper tem oportunidade de demonstrar as suas skills.

39sucker Mcs: expressão depreciativa por oposição a real Mc; um mau rapper; falta de genuinidade.

40underground: oposto a main stream; circuitos e públicos alternativos; expressão utilizada como auto-definição pelos rappers que se encontram à margem do processo de comercialização.

41worldmusic: expressão surgida em meados dos anos 80 para caracterizar um vasto leque de produções musicais não anglo-saxónicas; associada ao exótico e ao tradicional.

42writers: artistas de graffiti; elementos fundamentais da cultura hip hop.

43Wu Tang: abreviatura de WuTang Clan, grupo de rap de Nova Iorque consituído por um número indeterminado de elementos que se apresentam como uma família; inclui alguns dos Mcs actuais com mais skills; grupo de referência para os rappers portugueses (em especial os mais novos).

Notes

1 As definições que se apresentam neste glossário são meramente indicativas e contextualizadoras do(s) sentido(s) em que as referidas expressões são empregues. Ou seja, não esgotam de forma alguma a multiplicidade e complexidade das utilizações, contextos e práticas que lhes estão associadas.

© Etnográfica Press, 2003

Licence OpenEdition Books

Cette publication numérique est issue d’un traitement automatique par reconnaissance optique de caractères.

Acheter

Volume papier

amazon.fr
Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search