Desktop versionMobile Version

Conflitos e água de rega

 | 
Fabienne Wateau

Índice das figuras

Volltext

Fig. 1 – Concelho de Melgaço: Situação, freguesias e área estudada

25

Fig. 2 – Alternância e rodas na partilha das águas da Corga

de Felgueiras

67

Fig. 3 – Cana de medir a água das poças: pedaços, e cana mista de pedaços e de raminhos laçados

83

Fig. 4 – Cana mista, utilizada várias vezes

84

Fig. 5 – Genealogia da Família Castro de Pombal. Transmissão dos Morgadios

113

Fig. 6 – Os instituidores de morgadios (de G+13 até G+9)

116

Fig. 7 – Os primeiros morgados (de G+10 até G+7)

118

Fig. 8 – Os últimos morgados (de G+7 até G+4)

120

Fig. 9 – Do sistema preciputário até à partilha dos bens (de G+5 até G+3)

121

Fig. 10 – Distribuição da água numa família de origem nobre

125

Fig. 11 – Genealogia da Família Castro de Pombal. Casamentos consanguíneos

129

Fig. 12 – Transmissão da água das parcelas n.o 143, 144 e 145 (lugar da Igreja, Chaviães)

134

Fig. 13 – Um caso ideal típico. Transmissão da água através das mulheres

137

Fig. 14 – Um caso em que são preferidos os filhos casados e/ou residentes em Remoães

138

Fig. 15 – Um caso em que a transmissão da água é conflictual

139

Fig. 16 – Esquema Genealógico. Transmissão e venda da Água do Salgueirinho (Remoães)

142

Fig. 17 – Esquema Genealógico. Casamento da água

145

Fig. 18 – Vista aérea de Remoães e das Termas de Melgaço

146

Fig. 19 – Mapa das levadas e suas derivações do Rio do Porto

239

Fig. 20 – Parcelas de Regadio do lugar da Igreja, n.o 135 – 155 (Chaviães)

260

© Etnográfica Press, 2000

Nutzungsbedingungen http://www.openedition.org/6540

Diese digitale Publikation wurde durch automatische optische Zeichenerkennung erstellt.
Suche in OpenEdition Search

Sie werden weitergeleitet zur OpenEdition Search