Version classiqueVersion mobile

Um lugar na cidade

 | 
Graça Índias Cordeiro

Bibliografia

Texte intégral

Sobre Lisboa

Anónimo, 1860, Santo António de Lisboa. Arquivo Pitoresco, vol II: 119.

Anónimo, 1907, O entrudo contemporâneo. Ilustração Portuguesa, vol III, 11.02.07: 180-192.

Araújo, Norberto de, s.d., Peregrinações. Lisboa: Parceria A.M.P., 3 vol.

Araújo, Norberto de, 1924, Vinha Vindimada. Paris e Lisboa: Livraria Aillaud e Bertrand.

Araújo, Norberto de, 1949, A Praça da Figueira que acabou e aquela que a antecedeu. Revista Municipal. 42: 23-26.

Araújo, Renata de, 1990, Lisboa. A cidade e o espectáculo na época dos descobrimentos. Lisboa: Livros Horizonte

Baptista, Luís V., 1987, Crescimento urbano e migrações internas: contrastes e alterações socio-espaciais e redes de interconhecimento - o Bairro do Rego. Dissertação de Mestrado -F.C.S-H. - U.N.L.

Bastos, A. de Sousa, 1947, Lisboa Velha. Sessenta anos de recordações 1850-1910. Lisboa: C.M.L.

Beckford, William, 1988, Diário de William Beckford em Portugal e Espanha. Lisboa: Biblioteca Nacional.

Branco, Fernando Castelo, 1980, Breve história da Olisipografia. Lisboa: Instituto de Cultura Portuguesa, Biblioteca Breve

Branco, Fernando Castelo, 1990, Lisboa seiscentista. Lisboa: Livros Horizonte.

Brito, Joaquim Pais de, 1983, O Fado: um canto na cidade. Ethnologia, 1: 149-184

Brito, Joaquim Pais de, 1991, O Fado. in Enciclopédia Temática. Portugal Moderno-Tradições, Lisboa: Pomo (159-165)

Brito, Raquel Soeiro de, 1976, Lisboa: um esboço geográfico. Boletim Cultural da Junta Distrital de Lisboa. III série, 82

Câncio, Francisco, 1942, Lisboa, figuras e casos do passado. Lisboa: 1942,1943,1944, 3 vol.

Câncio, Francisco, 1953, A Praça da Figueira, in Arquivo Alfacinha, vol. 1, cad.III.

Câncio, Francisco, 1954, O Carnaval, in Arquivo Alfacinha, vol.2, cad. IV.

Câncio, Francisco, 1955, Velhos tipos de Lisboa: o Aguadeiro. Boletim da Junta da Província da Estremadura. 38/40: 205-213

Capitão, Maria Amélia da Motta, 1974, Subsídios para a história dos transportes terrestres em Lisboa no séc. XIX. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa

Carita, Helder, 1994, Bairro Alto: Tipologias e modos arquitectónicos. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Carvalho, Ruben de. 1991, A festa, a cidade e o poder, in Festas de Lisboa: 9-25.

Castilho, Júlio de, 1954, Lisboa Antiga. O Bairro Alto. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Castilho, Júlio de, 1981, A Ribeira de Lisboa. Descrição Histórica da margem do Tejo, desde a Madre de Deus até Santos o Velho. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Catita, Ana; Abreu, Diogo; Gaspar, Jorge; Arroz, Maria Emília, 1981, Campo médio de informação de quatro bairros de Lisboa. Finisterra. XVI, 32: 261-297

Chaves, Luís, 1925, Registos de Santos. Lisboa: Imprensa Nacional.

Chaves, Luís, 1966, Lisboa nas auras do povo e da história. Ensaios de Etnografia. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa, vol. III.

Comissão Consultiva das Festas de 1990, 1991, Festas de Lisboa. Lisboa: Livros Horizonte.

Cordeiro, Graça índias, 1987, Laranjinha, lazer, solidariedade: um ensaio de antropologia urbana. Dissertação de Mestrado, F.C.S.H. - U.N.L..

Cordeiro, Graça Índias, 1990, Sociabilidade e associativismo popular em Lisboa:alguns elementos para a identificação de um terreno urbano. Actas do Colóquio Viver (n)a Cidade. Lisboa: ISCTE/LNEC Out. 1990.

Cordeiro, Graça índias, 1994, Integração entre perspectivas micro e macro em antropologia urbana: o caso das festas dos Santos Populares de Lisboa. Comunicação ao III Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. ICS-Lisboa, 4 a 7 de Julho.

Cordeiro, Graça índias, 1994, Entre a cidade e a rua: associação e festa num velho bairro de Lisboa, in Ethnologie du Portugal. Unité et Diversité. Actes du Colloque. Paris: Centre Culturel Calouste Gulbenkian.

Cordeiro, Graça e Garcia, Joaquim, 1993, Freguesia de S. Paulo. Lisboa: Contexto.

Costa, António Firmino da, 1984a, Entre o cais e o castelo: identidade cultural num tecido inegualitário. Revista Crítica de Ciências Sociais. 14:77-108

Costa, António Firmino da, 1984b, Alfama: entreposto de mobilidade social. Cadernos de Ciências Sociais. 2:

Costa, António Firmino da, 1985, Espaços urbanos e espaços rurais: um xadrez em dois tabuleiros. Análise Social, vol XXI (87-88-89): 735-756

Costa, António Firmino da, 1988, Ambivalências. Formas sociais e culturais no bairro de Alfama. Povos e Culturas. 3: 169-185

Costa, António Firmino da, 1991, O ritual das marchas populares nas festas de Lisboa, in Festas de Lisboa: 56-65.

Costa, António Firmino e Guerreiro, Maria das Dores, 1984, O trágico e o contraste. O fado no bairro de Alfama. Lisboa: D. Quixote.

Costa, António Firmino da; Ribeiro, Manuel J., 1989, Construção social de um objecto de reabilitação. Notas sobre o caso de Alfama. Sociedade e Território. 10-11: 85-95

Costa, Mário, 1950, Feiras e divertimentos populares em Lisboa. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Costa, Mário, 1962, Danças e dançarinos em Lisboa. História, figuras, usos e costumes. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Costa, P. António Carvalho da, 1712, Corografia Portuguesa e Descrição do Famoso Reino de Portugal. Lisboa: Officina Real Deslaudesiana (3 vol).

Crespo, Angél, 1990, Lisboa: Mítica e literária. Lisboa: Livros Horizonte.

Cruz, Francisco I. Santos, 1984 (1841) Da prostituição na cidade de Lisboa (1841). Lisboa: D. Quixote

Cruz e Oliveira, 1983, Apontamentos sobre a Freguesia de S. Paulo. Lisboa.

Damião de Góis, 1988, Descrição da cidade de Lisboa. Lisboa: Livros Horizonte.

Dias, Jaime Lopes, 1949, Uma tradição lisboeta que revive os tronos a Santo António. Revista Municipal. 41: 19-25

Diogo, Abreu; Fonseca, Lucinda; Reis, Deolinda, 1988, Diferenciação social do espaço urbano de Lisboa, in Livro de Homenagem a Orlando Ribeiro: 423-433.

Felgueiras, Guilherme, 1942, Santo António de Lisboa através da etnografia. Portucale. XV (88-89): 130-135

Felgueiras, Guilherme, 1965, As varinas de Lisboa. Boletim Cultural da Junta Distrital de Lisboa. 63-64: 45-59

Ferreira, Maria Júlia, 1994, O Bairro Social do Arco do Cego - uma aldeia dentro da cidade de Lisboa. Análise Social, vol.XXIX (127)3°: 697-709

Ferreira, Vítor Matias, 1986, Modos e caminhos da urbanização de Lisboa: a cidade e a aglomeração de Lisboa, 1890-1940. Ler História. 7: 101-132

Ferreira, Vítor Matias, 1987, A cidade de Lisboa: de capital do Império a centro da metrópole. Lisboa: D. Quixote.

Ferreira, Vítor Matias e Calado, Maria, 1992, Freguesia de Santa Catarina. Lisboa: Contexto

França, José Augusto, 1980, Lisboa: Urbanismo e Arquitectura. Lisboa: I.A.C., Biblioteca Breve.

França, José Augusto, 1992, Os anos vinte em Portugal. Estudo de factos socio-culturais. Lisboa: Presença.

Gaspar, Jorge, 1985, A dinâmica funcional do centro de Lisboa. Lisboa: Livros Horizonte.

Girão, Amorim, 1945, Origens e evolução do urbanismo em Portugal. Revista do Centro de Estudos Demográficos, 1: 41-77

Girão, Aristides Amorim; Lopes Velho, Fernanda Oliveira, 1948, Estudos de população portuguesa. Migrações internas (1890-1940). Coimbra: C.E.G. Faculdade de Letras.

Gomes, Maria Eugénia Reis, 1985, Contribuição para o estudo da festa em Lisboa no antigo regime. Lisboa: Instituto Português de Estudos para o Desenvolvimento.

Lichnowsky, Príncipe, 1845, Portugal. Recordações do ano de 1842. Lisboa: Imprensa Nacional

Lima, Antónia Pedroso, 1992, A família e a unidade doméstica na Madragoa. Valores e práticas de 1930 a 1990. Trabalho Policopiado.

Lima, Antónia Pedroso e ordeiro, Graça índias, 1992. Santos de Junho, in Enciclopédia Temática. Portugal Moderno-Tradições: 81-88

Lopes, Fernando Félix,, António de Lisboa, Santo, in Dicionário de História de Portugal, Joel Serrão (dir), vol I: 159-60.

Macedo, Jorge Borges, 1982, Problemas de história da indústria portuguesa no século XVIII. Lisboa: Querco.

Machado, Júlio César, 1872, Novo Guia do viajante em Lisboa. Lisboa: Editor J.J. Bordalo.

Machado, Júlio César, 1874, Lisboa na rua. Lisboa: Empresa Horas Românticas.

Marques, António H. de Oliveira, 1988, Lisboa, cidade marítima, in Livro de Homenagem a Orlando Ribeiro: 395-397.

Marques, Maria Conceição Oliveira, 1969, Introdução ao estudo do desenvolvimento urbano em Lisboa, 1879-1938. Revista Arquitectura. 1969 e 71:112, 113, 120,124 e 125

Martha, Cardoso, 1938, Ranchos lisboetas de outrora. Olisipo. 3: 24-25

Martins, Rocha, 1934, Vultos e sombras. As festas da cidade e a evolução das festas populares. Diário de Notícias. 10-6-1934

Martins, Rocha, 1945, Lisboa de ontem e de hoje (Décima colina-Santa Catarina). Lisboa: Empresa Nacional de Publicidade. 85-92

Menezes, Marluci, 1994, Casal Ventoso - da fragmentação visual à segregação socio-espacial. Mediterrâneo. 4: 21-31

Mesquita, Alfredo, 1903, Lisboa. Lisboa: Empresa da História de Portugal.

Moita, Irisalva, 1981, O culto de Santo António na região de Lisboa.

Catálogo da exposição integrada nas comemorações do 750° aniversário da morte de Santo António de Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Montenegro, Augusto Pinto de Queirós, 1903, Inquérito aos pateos de Lisboa. Lisboa: Ministério das Obras Públicas, Comércio e Indústria (2 vol.).

Oliveira, Cristovão Rodrigues, 1987, Lisboa em 1551 - Sumário. Lisboa: Livros Horizonte.

Oliveira, Eduardo Freire de, 1882-1911, Elementos para a história do Município de Lisboa. Lisboa: Typographia Universal, 10 vol.

Parreirão, Henrique, 1989, As origens do futebol e de outros desportos em Portugal, in Reis, António (dir), Portugal Contemporâneo. Lisboa: Alfa.

Pereira, Acúrsio, 1950, Lisboa em 1899. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Pereira, Nuno Teotónio, 1994, Pátios e vilas de Lisboa, 1870-1930: a promoção privada do alojamento operário. Análise Social. vol. XXIX (127)3°: 509-524

Pinheiro, Magda A., 1990, Crescimento e modernização das cidades no Portugal oitocentista. Ler História. 20: 79-107

Portugal, Fernando; Matos, Alfredo de, 1974, Lisboa em 1758. Memórias paroquiais de Lisboa. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Pujadas, Joan J., 1994, Processos sociais e construção de identidades nas periferias urbanas: os casos de Lisboa e Catalunha. Mediterrâneo. 4: 11-19

Pujadas, Joan e Cordeiro, Graça, 1990, Sociabilidad y asociacionismo en un barrio de Lisboa: vida social fragmentaria vs construccion de una identidad de barrio. comunicação apresentada no V Congresso de Antropologia do Estado Espanhol.

Pujadas, Joan J.; Lima, Antónia Pedroso, 1990, Estratégias de reproducción familiar en un barrio de Lisboa. V Congresso de Antropologia do Estado Espanhol, Granada, Dezembro.

Queiroz, Maria Isaura Pereira de, 1992, Carnaval brésilien. Le vécu et le mythe. Paris: Gallimard

Queiroz, Maria Isaura Pereira de, 1990, Carnaval Urbano em Portugal, in Estudos Portugueses. Homenagem a António José Saraiva. Lisboa: ICLP.

Ramalho, José, s.d., Manuscrito sobre a história das marchas populares de Lisboa. Gabinete de Estudos Olisiponenses.

Ravara, António Pinto, 1982, O crescimento de Lisboa e do Porto na segunda metade do século XIX e nos princípios do século XX. CLIO. Revista do Centro de História da universidade de Lisboa. 4: 79-93

Real, Mário, 1957, Fontes, bicas e xafarizes estremenhos. Boletim da Junta da Província da Estremadura. 44-6: 169-210

Ribeiro, Luciano, 1948, O Palácio dos Sousas-Calhariz. Olisipo. 43: 127-136

Rodrigues, Fátima, 1988, Percepção e imagem de Belém-Restelo. in Livro de Homenagem a Orlando Ribeiro: 411-421.

Rodrigues, José Albertino, 1970, Ecologia urbana de Lisboa na segunda metade do século XVI. Análise Social. 29: 96-115

Rodrigues, Maria João, 1979, Tradição, transição e mudança: a produção do espaço urbano na Lisboa oitocentista. Boletim Cultural da Câmara Municipal de Lisboa..

Rodrigues, Teresa, 1993, Lisboa no século XIX. Dinâmica populacional e crises de mortalidade. Tese de Doutoramento em História Económica e Social do século XIX e XX. FCSH-UNL, Lisboa. 2 vol..

Rodrigues, Teresa, 1994, Os movimentos migratórios em Lisboa. Estimativa e efeitos na estrutura populacional urbana de Oitocentos. Ler História. 26: 45-75

Roque Gameiro, Alfredo, 1925, Lisboa Velha. Lisboa: Tipografia da Empresa do Anuário Comercial.

Saa, Mário, 1929, Origens do Bairro Alto. Verdadeira notícia. Lisboa: Solução Editora.

Salgueiro, Teresa Barata, 1992, A cidade em Portugal. Uma geografia urbana. Porto: Afrontamento.

Salgueiro, Teresa Barata; Garcia, João Carlos, 1988, Lisboa nos fins do séc. XIX: Geografia de uma transição, in Livro de Homenagem a Orlando Ribeiro: 399-410.

Santana, Francisco (cord), s.d., Lisboa na segunda metade do séc. XVIII. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Santos, Ana Fernandes e Marie Françoise Royer Cruz, 1990, Crescimento Urbano e dinâmica populacional. Análise da cidade de Lisboa a partir dos últimos recenseamentos. Actas de um colóquio. Viver (n)a Cidade, Lisboa: LNEC/ISCTE: 353-369.

Sequeira, Gustavo de Matos, 1916, Depois do terramoto. Subsídios para a história dos bairros ocidentais de Lisboa. Lisboa.

Sequeira, Gustavo de Matos, 1935, A evolução da cidade. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Sequeira, Gustavo de Matos, 1941, O compromisso da irmandade do Espírito Santo de Alfama. Boletim da Academia Nacional de Belas Artes. IX: 43 e segs

Silva, Augusto Vieira da, 1930, Os bairros de Lisboa. Lisboa: Imprensa Lucas (separata de Arqueologia e História).

Silva, Augusto Vieira da, 1943, As freguesias de Lisboa. Estudo histórico. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa.

Silva, Augusto Vieira da, 1950, Plantas topográficas de Lisboa. Lisboa: Oficinas Gráficas da Câmara Municipal de Lisboa.

Silva, Augusto Vieira da, 1954, Dispersos. Lisboa: Câmara Municipal de Lisboa, vol I (3 vols).

Soares, Micaela, 1991, Varinos, in O trabalho e as tradições religiosas no distrito de Lisboa, Lisboa: Governo Civil de Lisboa.

Sousa, Alberto, 1924, O trajo popular em Portugal nos séculos XVIII e XIX.

Sousa, Avelino de, 1944, Bairro Alto. Lisboa.

Teixeira, Manuel C„ 1992, As estratégias de habitação em Portugal, 1880-1940. Análise Social. XXVII(115)1°: 65-89

Vários, 1979, Guia de Portugal. Generalidades. Lisboa e arredores. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Vários, 1991, O trabalho e as tradições religiosas no distrito de Lisboa. Exposição de etnografia. Lisboa: Governo Civil de Lisboa.

Vasconcelos, José Leite, 1980, Etnografia Portuguesa. Lisboa: Imprensa Nacional, vol. II.

Viegas, José M., 1986, Associativismo e dinâmica cultural. Sociologia. Problemas e práticas(CTES). 1: 103-121

Vieira, António Lopes, 1982, Os transportes públicos de Lisboa entre 1830 e 1910. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda.

Geral

Agulhon, Maurice, 1988, Histoire vagabonde. Ethnologie et politique dans la france contemporaine. Paris: Editions Gallimard. vol I.

Alarcão, Alberto de, 1969, Mobilidade geográfica da População de Portugal. Migrações Internas (1921-1960). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Arroteia, Jorge Carvalho, 1984, Os ílhavos e os murtoseiros na emigração portuguesa. Aveiro: Aderau.

Berger, Peter; Luckman, Thomas, 1987, A construção social da realidade. Rio de Janeiro: Editora Vozes Ltda..

Boissevain, Jeremy (ed.), 1992, Revitalising European Rituais. London and New York: Routledge

Bott, Elizabeth, 1971, Família e Rede Social. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves.

Bourdieu, Pierre, 1989, O poder simbólico.Lisboa: Difel.

Bourdon, Albert-Alain, 1967, Bibliographie de la societé portugaise au XIX siècle. Toulouse: Université de Toulouse, Faculté de Lettres et Sciences Humaines (Thèse Doctorat).

Brachet, Olivier, 1981, La démocracie locale vue sous 1’angle d’un lieu: le quartier et d’une méthode: 1’enquête. Economie et Humanisme. 261(Sept/Oct): 30-40

Brettell, Caroline B., 1991, Homens que partem, mulheres que esperam. Consequências da emigração numa freguesia minhota. Lisboa: Dom Quixote.

Brito, Joaquim Pais de, 1982, O Estado Novo e a aldeia mais portuguesa de Portugal, in O fascismo em Portugal. Lisboa: A Regra do Jogo: 511-32.

Brito, Joaquim Pais de, 1989, O Atlas Etnológico e a carta das fogueiras anuais, in Baptista et alii, Estudos em Homenagem a Ernesto Veiga de Oliveira: 521-536.

Brito, Joaquim Pais de, 1994, Le bucher de Noel au Portugal, in Ethnologie du Portugal: Unité et Diversité. Actes du Colloque. Paris: Centre Culturel Calouste Gulbenkian: 25-33.

Burke, Peter, 1992, O mundo como teatro. Estudos de Antropologia Histórica. Lisboa: Difel.

Buse, Dieter K., 1993, Urban and Nacional Identity: Bremen, 1860-1920. Journal of Social History. 26, Spring: 521-537

Caillois, Roger, 1979, O homem e o sagrado. Lisboa: Edições 70.

Carie, Lucia, 1993, Terzi, paroisse, quartiers: caractéristiques et évolution du tissu social et urbain de Montalcino du XVIII au XX siècle. MEFRIM. 105 (2): 413-440

Caro Baroja, Júlio, 1979, La estación de amor. Fiestas populares de mayo a San Juan. Madrid: Taurus Ediciones.

Cavaco, Carminda, 1976, O Algarve Oriental. As vilas, o campo e o mar. Faro: Gabinete de Planeamento da Região do Algarve: Abaco (2 vol).

Chamboredon, Jean-Claude, 1985, Construction sociale des populations. In Duby, Georges (dir.), Histoire de la France urbaine. Paris: Seuil (Tome 5).

Classificação Nacional de Profissões (versão 1994). Lisboa: Ministério do Emprego e da Segurança Social.

Codol, Jean-Paul, 1981, Une approche cognitive du sentiment d’identité. Information sur les Sciences Sociales. 20 (1): 111-136

Cohen, Anthony P, 1985, The symbolic construction of community. London and New York: Ellis Horwood Limited e Tavistock Publications.

Cohn, Bernard S., 1980, History and Anthropology: The State of play. Comparative Studies in Society and History. 22 (2) APRIL: 198-221

Comas d’Argemir, Dolors, 1994, Gender relations and social change in Europe: on support and care. in Goddard, V. e LLobera, J.R. (ed) The anthropology of Europe. Identities and boundaries in conflit. Oxford/Providence: Berg, 209-225.

Connerton, Paul, 1993, Como as sociedades recordam. Oeiras: Celta Editora.

Coste, Michel, 1985, Vivre en ville. Appropriation, appartenance, identité. In In Duby, Georges (dir.) (1985), Histoire de la France urbaine. Paris: Seuil (Tome 5).

Crespo, Jorge, 1990, A história do corpo. Lisboa: Difel.

Crossick, Geoffrey, 1993, Le quartier: caractéristiques économiques et sociales. MEFRIM. 105 (2): 405-412

D’Alcochete, Nuno Daupias, 1964, Considerações acerca do valor dos assentos paroquiais anteriores à lei do registo civil de 1911. Lumen. XXIX (3): 167-180

Da Matta, Roberto, 1983, Carnavals, bandits et héros. Ambiguités de la societé brésilienne. Paris: Éditions du Seuil.

Damianakos, Stathis, 1974, Culture populaire et groupes marginaux: a propos des rebetika grecs. Les Temps Modernes, 331: 1447-1450

Davey, Claire; Jarvis, Adrian S., 1990, Microcumputers for microhistory: A database approach to the reconstitution of small English population. History and Computing. 2 (3): 187-193

Dicionário Jurídico de Administração Pública, 1965, Coimbra: Editora Atlântida.

Dingwall, Robert; Strong, Phil M., 1985, The interactional study of organizations. Urban Life. 14 (2) JUL: 205-231

Dumont, Louis, 1987, La tarasque. Essai de description d’un fait local d’un point de vue ethnographique. Paris: Éditions Gallimard.

Eames, Edwin; Goode, Judith Granich, 1977, Anthropology of the city. An iníroduction to Urban Anthropology. Englewood Cliffs, New Jersey: Prentice-Hall.

Evans-Pritchard, Edward E., 1940, The Nuer, Oxford: Clarendon Press Escalera, Javier, 1988, EI topico de la debilidad asociativa andaluza desde la Antropologia Social: EI caso del aljarafe. Revista de Estúdios Andaluces. 11: 87-108

Faron, Olivier e Alain Pillepich, 1993, Rue, ilôt, quartier. Sur 1’identification des espaces citadins à Milan au début du XIX siècle. MEFRIM. 105 (2): 333-348

Faure, Alain, 1993, Le local: une aproche du quartier populaire (Paris, 1880-1914). MEFRIM. 105 (2): 489-502

Fentress, James; Wickham, Chris, 1994, Memória social. Novas perspectivas sobre o passado. Lisboa: Editorial Teorema.

Foster, George; Kemper, Robert V. (eds), 1974, Anthropologists in cities. Boston: Little, Brown and Company.

Fox, David, 1981, El proceso de investigación en educación. Pamplona: Ed. Universidad de Navarra.

Fox, Richard, 1972, Rationale and romance in Urban Anthropology. Urban Anthropology. 1 (2) Fali: 205-233

Fox, Richard, 1977, Urban Anthropology. Cities in their cultural settings. Englewood Cliffs, New Jersey: Prentice-Hall, Inc..

Friedman, Jonathan, 1992, The Past in the Future: History and the Politics of Identity. American Anthropologist. 94 (4): 837-859 Gans, Herbert J., 1962, The urban villagers. New York: The Free Press, Macmillan.

Garden, Maurice, 1981, Le quartier, nouvel objet de l’histoire?. Economie et Humanisme. 261, Sept/Oct: 51-59

Garraud, Philippe, 1980, Urbanisation, vie associative et action municipale: le cas de Bouliac, Gironde. Révue Géographique des Pyrénées et du Sud-Ouest. 51 (1): 39-56

Gaspar, Jorge; Honério, Fernando; Honório, Jorge; Simões, José Manuel, 1982, Transformações recentes na geografia do futebol em Portugal. Finisterra. XVII (34): 301-324

Geertz, Clifford, 1978, A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Zahar Editores.

Guerra, Isabel, 1987, A espacialização da vida social. Povos e Culturas. 2: 171-191

Gueusquin, Marie-France, 1993, Introduction. in Programme de Journées d’Etude-Fête et Identité de la Ville, Paris.

Guimarães, Paulo, 1994, A habitação popular urbana em Setúbal no primeiro terço do século XX. Análise Social. vol. XXIX (127)3°: 525-554

Gulick, John, 1975, The city as microcosm of society. Urban Anthropology. 4 (1) SPRING: 5-15

Gulick, John, 1984, The essence of Urban Anthropology: Integration of micro and macro research perspectives. Urban Anthropology. 13 (2-3): 295-306

Gulick, John, 1989, The humanity of cities. An introduction to urban societies. Granby, Massachusetts: Bergin and Garvey Publishers, Inc..

Gullestad, Marianne, 1991, Cultural sharing and cultural diversity. Doing interpretive analysis in a modern complex society. Ethnologia Europaea. 21: 87-96

Hallman, Howard W., 1984, Neighborhoods. Their place in Urban Life. Beverly Hills, Califórnia: Sage Publications, Inc..

Hannerz, Ulf, 1978, Problems in the analysis of urban cultural organization. in Aschenbrenner, Joyce; Collins, Lloyd (eds), Processes of urbanism. The Hague: Mouton Publishers.

Hannerz, Ulf, 1983, Explorer la vide. Elements d’Anthropologie urbaine. Paris: Les Éditions de Minuit.

Hauser, Philip (org.), 1965, Manuel de la recherche sociale dans les zones urbaines. Paris: UNESCO.

Hobsbawm, Eric: Ranger, T. (ed), 1984, The invention of tradition. Cambridge: Cambridge University Press.

Hobsbawn, E. J., 1970, Rebeldes primitivos. Estudos sobre formas arcaicas de movimentos sociais nos sécs. XIX e XX. Rio de Janeiro: Zahar Ed..

Horowitz, Ruth, 1986, Remaining an outsider. Urban Life. 14 (4) JAN: 409-430

Iturra, Raul, 1986, Trabalho de campo e observação participante. In Silva, A. S. E Pinto, J. M. Metodologia das Ciências Sociais, Lisboa: Afrontamento.

Keller, Suzanne, 1975, El vecindario urbano. Una perspectica sociologica. Madrid: Siglo XXI de Espana, Ed..

Kellerhals, Jean e Hughette McCluskey, 1988, Uma topografia subjectiva do parentesco. Contributo para o estudo das redes de parentesco nas famílias urbanas. Sociologia. Problemas e práticas (CIES). 5:169-182

Kenny, Michael e David I. Kertzer, 1983, Urban Life in Mediterranean Europe: Anthropological Perspectives. Urbana: University of Illinois Press. Komarovsky, Mirra, 1946, Voluntary associations of urban dwellers.

American Sociological Review. XI: 687-698

Laplantine, François, 1991, Aprender Antropologia. S. Paulo: Editora Brasiliense.

Leacock, Eleanor (1987), Theory and Ethics in Applied Urban Anthropology. in Mullings (ed): 317-336.

Leal, Augusto Soares Barbosa de Pinho, 1874, Portugal antigo e moderno. Lisboa: Livraria Editora de Mattos Moreira e Companhia, 12 volumes (de 1873 a 1890).

Leeds, Anthony, 1994, The Anthropology of cities: some methodological issues. In Sanjek, Roger (ed.) Anthony Leeds. Cities, classes and the social order. Ithaca andLondon: Cornell University Press.

Levi-Strauss, Claude, 1962, La pensée sauvage. Paris: Plon.

Liebow, Elliot, 1967, Tally’s comer. A study of negro streetcorner men. Boston: Little, Brown and Company.

Lima, Pedro; António Pedro Dores; António Firmino da Costa, 1991, Classificação de profissões nos censos de 91. Sociologia. Problemas e práticas(CIES). 10: 43-66

Logan, Alice Pomponio, 1978, The palio of siena: performance and process. Urban Anthropology. 7 (1): 45-65

Lynch, Kevin, 1982, A imagem da cidade. Lisboa: Edições 70.

Miranda, Sacuntala, 1990, A população portuguesa no século XX: ensaio de demografia histórica. Ler História. 18: 51-81

Moore, Kenneth, 1975, The city as context: context as process. Urban Anthropology. 4(1) Spring: 17-25

Moreira, Carlos Diogo, 1987, Populações Marítimas em Portugal. Lisboa: I.S.C.S.P..

Motte, Jean-Pierre, 1981, Vive le quartier.. Economie et Humanisme. 261: 42 e segs.

Muchembled, Robert, 1978, Culture populaire et culture des élites. Paris: Flammarion.

Mullings, Leith, 1987, Cities of the United States. Studies in Urban Anthropology. New York: Columbia University Press.

Munford, Lewis, 1982, A cidade na história. Suas origens, transformações e perspectivas. São Paulo: Livraria Martins Fontes Editora Ltda.

Nora, Pierre, 1984, Lieux de mémoire. Paris: Gallimard.

Noschis, Kaj, 1982, Identité et habitat: une methode psychosociologique. Cahiers Internationaux de Sociologie. LXXII: 33-54

Noschis, Kaj, 1984, La signification affective du quartier. Paris: Librairie des Méridiens.

0’Neill, Brian Juan, 1984, Proprietários, lavradores e jornaleiros. Lisboa: Dom Quixote.

0’Neill, Brian Juan, 1991, Lugares de Aqui.Actas do seminário «Terrenos portugueses», Lisboa: D. Quixote

Oliveira, Ernesto Veiga de, 1984, Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa: Dom Quixote.

Oliveira, Ernesto Veiga; Galhano, Fernando; Pereira, Benjamim, 1988, Construções primitivas em Portugal. Lisboa: Dom Quixote.

Oliveira, Ernesto Veiga; Galhano, Fernando; Pereira, Benjamim, 1990, Actividades Agro-Marítimas em Portugal. Lisboa: Dom Quixote.

Ortner, Sherry, 1984, Theory in Anthropology since the sixties. Comparative Studies in Society and History. 26: 126-166

Park, Robert E., Burgess, Ernest W. e Mckenzie, Roderick, 1925, The City. Chicago: University of Chicago Press

Peattie, Lisa, 1968, The view from the barrio. Annual Arbor: University of Michigan Press.

Pereira, Benjamim Enes, 1965, Bibliografia analítica de etnografia portuguesa. Lisboa: Centro de Estudos de Etnologia Peninsular.

Poujol, Geneviève; Labourie, Raymond, 1979, Les cultures populaires. Permanence et émérgences des cultures minoritaires locales, ethniques, sociales et religieuses. Toulouse: Privat.

Proshanski, Harold M., 1978, The city and self identity. Environment and Behavior. 10(2): 147-169

Ravara, António Pinto, 1988, A classificação socio-profissional em Portugal (1806-1930). Análise Social. XXIV (103-4), 4o,5o: 1161-1184 Ribeiro, Orlando, 1963, Cidade. Dicionário da História de Portugal, Vol.I, Iniciativas Editoriais.

Rodrigues, Graça Almeida, 1980, Breve história da censura literária em Portugal. Lisboa: Instituto da Cultura e Língua Portuguesa.

Rollwagen, Jack R., 1975, Introduction: the city as context: a symposium. Urban Anthropology. 4(1) Spring: 1-4

Rollwagen, Jack R„ 1979, Some implications of the world system approach for the anthrop. study of latin american urbanization. Urban Anthropology. 8 (3-4) Wint: 249-265

Saez, Guy, 1981, Le quartier? un enjeu. Economie et Humanisme. 261, sept/oct: 5-17

San Roman, Teresa, 1984, Sobre 1’objecte i el mètode de Tantropologia. Quaderns de PICA, Barcelona, Anagrama, 5: 265-276.

Sanchis, Pierre, 1983, Arraial: festa de um povo. Lisboa: D. Quixote.

Satler, Gail, 1990, Some observations on design and interaction on a city Street. City and Society, 4 (June): 20-43

Saunier, Pierre-Yves, 1993, La ville et ses découpages. MEFRIM. 105 (2): 375-403

Scarpa, Ludovica, 1993, Quartieri e identitá all’inizio dell’Ottocento: la Luisenstadt a Berlino. MEFRIM. 105 (2): 459-475

Sills, D. L., 1959, Voluntary associations: Instruments and objets of change. Human Organization. 18 (1): 17-21

Sills, D. L., 1968, Voluntary associations II: Sociological aspects. International Encyclopedia of Social Sciences, Vol 15, 16 E 17: 362-376.

Silva, Augusto Santos, 1987, Formar a nação: vias culturais do progresso segundo intelectuais portugueses do séc. XIX. Porto: Centro de Estudos Humaninsticos, I Parte.

Silva, Augusto Santos, 1991, Tempos cruzados: Um estudo interpretativo da cultura popular. Dissertação de Doutoramento, I.S.C.T.E..

Spradley, James R, 1980, Participant observation. New York: Holt, Rinehart and Winston.

Spradley, James R; Mann, Brenda J., 1979, Les bars, les femmes et la culture. Femmes au travail dans un monde d’hommes. Paris: Presses Universitaires de France.

Suttles, Gerald D., 1968, The social order of the slum. Ethnicity and territory in the inner city. Chicago: The University of Chicago Press.

Suttles, Gerald D., 1976, Urban Ethnography: situational and normative accounts. Annual Review of Sociology. 2: 1-18

Suttles, Gerald D., 1984, The cumulative texture of local urban culture. American Journal of Sociology. 90 (2) SEP: 283-304

Taub, Richard e Alii, 1977, Urban voluntary associations locality based and externally induced. American Journal of Sociology. 83 (2): 425-441

Teixeira, Manuel C„ 1993, A história urbana em Portugal. Desenvolvimentos recentes. Análise Social. 28 (121)2°:371-390

Tengarrinha, José, 1989, História da Imprensa Periódica Portuguesa. Lisboa: Caminho.

Turner, Victor W., 1974, O processo Ritual. Rio de Janeiro: Vozes

Valentine, Charles, 1972, La cultura de la pobreza. Buenos Aires: Amorrortu Ed..

Van Gennep, Arnold, 1949, Manuel de folklore français contemporain. Paris: Éditions A. e J. Picard et Cie. Tome I, vol 4: Cycle de Mai. Cycle de St Jean et St Pierre,

Velho, Gilberto, 1981, Individualismo e cultura. Notas para uma Antropologia da sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Zahar Ed.

Velho, Gilberto, 1994, Projecto e Metamorfose. Rio de Janeiro: Jorge Zahar

Vervaecke, Monique, 1988, L’habiter, les réseaux sociaux et les interactions sociales dans les quartiers anciens. Espaces et Societés. 51: 165-181

Wellman, Barry; Leighton, Barry, 1981, Reseau, quartier at communauté. Préliminaire a 1’étude de la question communautaire. Espaces et Societés. 38/39 JUI/DEC: 111-133

Young, Michael; Willmott, Peter, 1957, Family and kinship in east London. London: Routledge and Kegan Paul.

Fontes

Periódicos

Diário de Lisboa, 1922-1940, 1965-1973.

Diário de Notícias, 1865-1917, 1922-1942, 1953, 1966-1967, 19741989

Diário Popular, 1943-1958, 1960, 1987

Expresso, 1988

Ilustração Portuguesa, 1885-1886, 1904-1908, 1910, 1921-1922

Notícias Ilustrado, 1929, 1932, 1934-1935

Século, 1883-1885, 1889-1891, 1893, 1895, 1899-1905, 1907-1964

Outros

Actas das Reuniões da Câmara Municipal de Lisboa

Arquivos de Colectividades.

Censo Eleitoral da Junta de Freguesia de S. Paulo, 1991.

Numeramentos de 1801 e 1857

Recenseamentos Gerais da População (1864-1991).

Processos de obras. Arquivo Histórico Câmara Municipal de Lisboa (Alto da Eira).

Registos de Baptismo, entre Janeiro de 1886 e Março de 1911. 6a
Conservatória do Registo Civil de Lisboa.

Registos de Nascimento, entre Abril de 1911 e Julho de 1918. 3a
Conservatória do Registo Civil de Lisboa.

Registos de Nascimento, entre Julho de 1918 e Julho de 1974. 6a
Conservatória do Registo Civil de Lisboa.

© Etnográfica Press, 1997

Licence OpenEdition Books

Cette publication numérique est issue d’un traitement automatique par reconnaissance optique de caractères.
Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search