Version classiqueVersion mobile

Retrato de aldeia com espelho

 | 
Joaquim Pais de Brito

Índices

Índice Analítico

Texte intégral

Afolhamento 40

Alargos (ver: Coutos)

Aleatório
e estudo das sociedades 235-237
como princípio de organização: o sorteio 237
sorteio para atribuição de posse ou propriedade 238

Alienação de propriedade comunal
a eira 116; 249-250
o
monte 120-121

Animais de trabalho
boiada 124; 205-207
relação vacas/bois 126-127 e notas 1, 2

Batata
chegada e generalização 50-51
cultivo colectivo 279-280

Boiada (ver: Animais de Trabalho)

Caça 118 e nota

Cadastro de Ensenada 78-80

Caminheira 122 e nota

Caminhos
e sua manutenção 175
Caminho Internacional 179
a estrada 179-180; 182-183
calcetamento das ruas 254

Carvão 118-120

Casa
como
vizinho 298
património construído 298-301; 305
e lameiros privados 306-307

Casamento
idade média 311-313
área de endogamia 313; 325-326
entre primos 325-327
«por troca» 327
com residência separada 327-333

Celibato
modelo e recorrência 314-320
e transmissão do património 320-324

Colectivos instituídos
as
quadrilhas 129-132
os
moços 87 e nota 1; 264-265
(ver:
Conselho)

Comunitarismo
conceptualização geral 16-18
e diferenciação/estratificação 74-75, 77-81; 245-247
Conflito (ver: Tensão/conflito)

Conselho
e povo 69
sua composição 81
e seus efectivos ao longo de 20 anos 88-89
convocação 100
circulação da palavra 100-102
e capacidade de inovação 115-116 e nota
votação «por pedras» 162
e organização do calendário 128-129; 179

Consenso e unanimidade 101-102 e nota 2

Coutos
e diversidade dos pastos comunais 123-125 e notas 1, 2
lameiros privados e
alargos 51-53;
conselhos para 165-167; 171-175; 177-179
(ver:
Boiada, Roda do Couto, Roda dos Carretos, Touro)

Crédito local
a tulha ou arca do Santo 281-283
juros do empréstimo do cereal 281
juros de empréstimo de dinheiro 288-290
juros e usura 292
empréstimo e garantia 293

«Efeito Rio de Onor»
nas suas origens 18-21
primeiros indícios 45 e nota
e expressão do conselho 86-87; 161-162 e nota
e dimensão da tala 95-96
na relação com entidades exteriores 123; 149-150
historicidade e aleatório 328
Emigração 62-63; 65; 84

Fronteira
obstáculo conceptual e metodológico 20-21
realidade histórico factual 22; 28-39
privilégios dos lugares fronteiriços 30-32
e manipulação da identidade 32
como instrumento de reprodução social 333
e dependência de poderes central e senhorial 32-39 (ver: Relações aldeia/Estado)

Gado (rebanho colectivo)
multiplicação dos rebanhos 209-211 (ver: Pastor)

Igreja
e decretos episcopais 63-64
e formas de intervenção local 132-133; 266-267
e o sino 134 e notas 1, 2, 3; 217-218
(ver: Pároco local, Zeladoras, Mordomos do Santo/da Santa)

Infraestruturas comunais
moinho 113-114; 214-215
forja 114
lagar 114
escola 114-115; 163-164; 175-176; 249
eira 116; 249-250 (ver:
Quadrilhas)

Isolamento
imprecisão e ambiguidade 61

Leilão
como princípio de organização
das cepas das almas 264
do
Ramo da festa dos Reis 264-265
da esmola dos Santos 265-266
e alienação da propriedade comunal 271-272
e oferta local de terrenos de cultivo 271-277
e fundo local em dinheiro 284

Machos reprodutores
cameiro/bode 180-181; 209-213
porco
(berrão) 213-214
touro 127-128; 161-162; 207-208

Monte 117-123

Mordomos do conselho
processos de escolha 89-91; 159-160
regalias, deveres 92-94; 203
sanções sobre os mordomos 150-154
e Presidente da Junta de Freguesia 94; 100; 185-191
mordomo «do vinho» 103 e nota

Mordomos do Santo / da Santa 218-219

Mutualidade local 141-143

Natolocalidade (ver: Casamento com residência separada)

Pároco local 133-141; 220-225

Pastor
contratado 164-165
por turnos (ver: Rodas)

Plantação de árvores 122-123

Povo (ver: Conselho)

Propriedade particular
fragmentação/dispersão 308 e nota 1
venda de terras 310
(ver: Casa)

Quadrilhas (ver: Colectivos Instituídos)

Relação aldeia/Estado
e registo das matrizes prediais 47
e modos de juridicidade 71-76
e pagamento de contribuições 167-168; 184-185
e pressão sobre o baldio 245; 250
(ver: Fronteira e Efeito Rio de Onor)

Roçadas 47 e nota; 117-118

Rodas
do Couto 201-202
dos Carretos 203-205
de tocar o sino 217-218
de receber os padres 220-225
de pastor 208; 212
(ver: Mordomos do Santo/da Santa; Zeladoras; Touro;
Boiada; Rotatividade)

Rotatividade
princípio de organização 196
e orientação da aldeia 196-198
modelo de funcionamento e equidade 226-228
dinamismo 229-231
(ver: Rodas)

Tala 94-98; 198-201; 209 e nota 1

Tença (ou renda) e partilhas em vida 85; 330

Tensão/conflito
interpessoal 101; 148
e falso unanimismo 177 e nota 1
na família 323
por desvio da norma 153-155; 168; 223
no âmbito do conselho 84-86; 172-173 e nota
e expressão eleitoral de oposição 87-88

Terrenos da Junta
registo das matrizes prediais e sua alienação 47-48; 183-184

Testamento e partilhas post-mortem 320;326
Touro (ver: Machos reprodutores)

Unanimidade (ver: Consenso e Unanimidade)

Vinha
no final do séc. XIX 48-49
Vinha do Santo 168; 170-171; 181-182

Vinho
consumo de vinho no conselho 102-109
para pagamento das multas 144-145
e taberna do conselho 106-108

Vizinho
condição geral 70
estatuto de vizinho para sorteio 254-255
vizinho e cosa 298

Zeladoras (mordomas) 218

Le texte et les autres éléments (illustrations, fichiers annexes importés) sont sous Licence OpenEdition Books, sauf mention contraire.

Cette publication numérique est issue d’un traitement automatique par reconnaissance optique de caractères.

Acheter

Volume papier

leslibraires.fr
Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search