Version classiqueVersion mobile
OpenEdition Books

As festas do Espírito Santo nos Açores

 | 
João Leal

Bibliografia

Texte intégral

I - FONTES MANUSCRITAS E JORNAIS

O Baluarte, Vila do Porto.

Cadastro Predial Rústico da Freguesia de Santa Bárbara, Repartição de Finanças de Vila do Porto.

O Eco Mariense, Vila do Porto.

O Insulano, Topo.

Livros Paroquiais de Registos de Casamentos de Nossa Senhora da Piedade (Pico), 1946 a 1987.

Livros Paroquais de Registos de Casamentos de Santa Bárbara (Santa Maria), 1917 a 1982.

Livros de Registo de Emigrantes da Câmara Municipal de Vila do Porto 1962 a 1987.

Renovar, Boletim Inter-Paroquial da Ilha de Santa Maria, Vila do Porto.

Requerimentos Dirigidos à Câmara Municipal de Vila do Porto solicitando autorização para o abate de gado fora do matadouro por ocasião dos Impérios, 1964 a 1987.

O Velense, Velas.

II - OBRAS IMPRESSAS

Alder, Alfred, 1982 La Mort est le Masque du Roi. La Royauté Sacrée des Moundang du Tchad. Paris: Payot.

Almeida, Gabriel D’, 1889, Fastos Açorianos. Lisboa: Companhia Nacional Editora.

Almeida, Onésimo Teotónio de, 1980, «A Profile of the Azorean». Macedo Donaldo (ed.), Issues in Portuguese Bilingual Education, Cambridge, Mass., National Assessment for Portuguese Bilingual/ Bicultural Education: 113-164.

Almeida, Onésimo Teotónio de, 1989, Açores, Açorianos, Açorianidade — Um Espaço Cultural. Ponta Delgada: Signo.

Andrade, Mário Marques de, 1988 (1946), Subsídios para a Monografia de Segura. Tomar: edição do autor.

Anónimo, 1985 (ms. século xix), Memórias Históricas e Diferentes Apontamentos, acerca das Antiguidades de Óbidos (leitura, apresentação e notas de João Trindade). Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda/ Câmara Municipal de Óbidos.

António, Ana Maria e Câmara, Maria da Luz, 1984, Festas do Espírito Santo numa Aldeia da Beira Litoral: Reguengo do Fetal (trabalho dactilografado). Lisboa: Universidade Nova de Lisboa/ Faculdade de Ciências Sociais e Humanas.

Ataíde, Luís Bernardo Leite de, 1920, «Folklore do Concelho das Furnas». Revista Micaelense, ano 3, n.o 2: 766-783.

Ataíde, Luís Bernardo Leite de, 1947, «Alguns Usos e Superstições Relacionados com a Morte». A Ilha, nos 785 e 786.

Ataíde, Luís Bernardo Leite de, 1973 (1918), «Teatros do Espírito Santo». Etnografia, Arte e Vida dos Açores, vol. I: 250-256.

Avelar, José Cândido da Silveira, 1902, A Ilha de São Jorge (Açores). Apontamentos para a sua História. Horta: Typ. Minerva Insulana.

Azevedo, Álvaro Rodrigues de, 1926 (1924), Benavente. Estudo HistóricoDescritivo. Lisboa: Minerva Lisbonense.

Azevedo, Pedro D’, 1896, «As Festas dos Imperadores». Revista Lusitana, vol. IV: 134-142.

Bakhtine, Mikhail, 1970, L’Œuvre de François Rabelais et la Culture Populaire au Moyen Age et sous la Renaissance (trad. de Andrée Robel). Paris: Gallimard.

Barata, José Pedro Martins, 1969, «Tradições Religiosas em Montalvão e em Póvoas e Meada». Etnos, vol. VI: 49-157.

Benedict, Ruth, 1935, Patterns of Culture. Londres: George Routledge & Sons.

Benveniste, Émile, 1969, Le Vocabulaire des Institutions Indo-Européennes, Vol. I: Économie, Parenté, Société. Paris: Minuit.

Beranger, Dom Prosper, 1949, L’Année Liturgique, Vol. II: Séptuagesime, Carême et Passion. Paris, Tournai, Roma: Desclée et Cie.

Bettencourt, Alberto, 1986/8, Características da Emigração Açoriana. Do Arquipélago à Pequena Comunidade, Motivações Objectivas e Subjectivas (tese dactilografada). Lisboa: Universidade Nova de Lisboa/ Faculdade de Ciências Sociais e Humanas.

Bettencourt, Alberto, 1988, «As Mudas — Movimentos Anuais das Populações da Zona do Topo na Ilha de São Jorge». Atlântida (Ciências Sociais), vol. II: 183-200.

Bloch, Maurice, 1987, «The Ritual of the Royai Bath in Madagascar: the Dissolution of Death, Birth and Fertility in Authority». Cannadine, D. e Price, S. (eds.), Rituais of Royalty. Power and Ceremonial in Traditional Societies, Cambridge, Cambridge University Press: 271-297.

Bloch, Maurice e Parry, Jonathan, 1982, «Introduction: Death and the Regeneration of Life». Bloch, M. e Parry, J. (eds.), Death and the Regeneration of Life, Cambridge, Cambridge University Press: 1-44.

Boas, Franz, 1966, Kwakiutkl Ethnography (edited and abridged by Helen Codere). Chicago: The University of Chicago Press.

Boissevain, Jeremy, 1965, Saints and Fireworks. Religion and Politics in Rural Malta. Londres: Athlone Press.

Boissevain, Jeremy, 1977, «When the Saints Go Marching Out: Reflections on the Decline of Patronage in Malta». Gellner, E. e Waterbury, J. (eds.), Patrons and Clients in Mediterranean Societies, Londres, Duckworth: 81-96.

Boissevain, Jeremy, 1978 (1974), Friends of Friends. Networks, Manipulators and Coalitions. Oxford: Basil Blackwell.

Boissevain, Jeremy, 1992, «Introduction». Boissevain, J. (ed), Revitalizing European Ritual. Londres, Routledge: 1-19.

Bonnain, Rolande, 1981, «Une Économie de Sociabilité; Entraide, Échanges et Relations de Voisinage dans un Village Pyrénéen». Augustin, G. e Bonnain, R., Les Baronnies des Pyrénées. Anthropologie et Histoire, Permanences et Changements. Vol. I.: Maison, Mode de Vie, Société, Paris, EHESS: 169-193.

Bonnain, Rolande, 1981b, «Le Pele-Porc dans les Baronnies». Augustin, G. e Bonnain, R., Les Baronnies des Pyrénées Anthropologie et Histoire, Permanences et Changements. Vol. I: Maison, Mode de Vie, Societé, Paris, EHESS: 195218.

Brandão, Fr. Francisco, 1672, Sexta Parte. Monarchia Lusitana. Lisboa.

Brandão, Raul, 1926, As Ilhas Desconhecidas. Notas e Paisagens. Lisboa: Livraria Aillaud e Bertrand.

Brandes, Stanley, 1973, «Wedding Ritual and Social Structure in a Castillian Peasant Village». Anthropological Quarterly, vol. 46: 65-74.

Brandes, Stanley, 1988, Power and Persuation. Fiestas and Social Control in Rural Mexico. Filadélfia: University of Pennsylvania Press.

Brettel, Caroline, 1983, «Emigração, a Igreja e a Festa Religiosa do Norte de Portugal: Estudo de um Caso». Studium Generale/Estudos Contemporâneos, n.o 5: 175-204.

Buescu, Maria Leonor C., 1961, Monsanto — Etnografia e Linguagem. Lisboa, Centro de Estudos Filológicos.

Cabral, Júlio, 1903, «Festejos do Espírito Santo». Album Açoriano: 265-269.

Cabral, M. Elisabeth e Nunes, M. Luísa, 1982/83, «Contributo para o Estudo das Festividades em Louvor do Divino Espírito Santo no Lugar do Penedo (Colares-Sintra)». Sintria, vols. I/II: 803-1028.

Cabral, P.e Joaquim Chaves, 1921, «Festas do Espírito Santo na Ilha de Santa Maria». Arquivo dos Açores, vol. XIV: 61-78.

Callier-boisvert, Colette, 1968, «Remarques sur le Systéme de Parenté et sur la Famille au Portugal». L’Homme, vol. VII: 87-103.

Câmara, J. M. Bettencourt da, 1984, Para a Sociologia da Música Tradicional dos Açores. Lisboa: Instituto de Cultura e Língua Portuguesa.

Campos, J. C. Ayres de, 1879, «Apontamentos Históricos de Coimbra. O Imperador de Eiras». Portugal Pittoresco, vol. I: 138-142.

Cancian, Frank, 1965, Economics and Prestige in a Maya Community. The Religious Cargo System in Zinacantan. Stanford, California: Stanford University Press.

Câncio, Francisco, 1956, Notas dum Ribatejano. Lisboa: Impr. Barreiro.

Canto e Castro, Francisco, 1946, «Memória Histórica das Festas do Divino Espírito Santo na Ilha de São Jorge». Insulana, vol. III: 495-502.

Cardoso, Carlos Lopes, 1982, Do Gordo Entrudo à Páscoa das Flores. Três Aproximações Etnográficas. Lisboa: Instituto Português do Património Cultural/Departamento de Etnologia.

Caro Baroja, Júlio, 1979a (1965), El Carnaval (Analisis Historico-Cultural). Madrid: Taurus.

Caro Baroja, Júlio, 1979b La Estacíon del Amor (Fiestas Populares de Mayo a San Juan). Madrid: Taurus.

Chaves, Francisco A., 1904, «Festas do Espírito Santo no Açores». Arquivo dos Açores, vol. XIII: 11-35.

Chaves, Luís, 1945, Folclore Religioso. Porto: Portucalense Editora.

Christian Jr., William A., 1978 (1972), Religiosidad Popular. Estudios Antropologicos en un Valle Espanol (trad. de Enrique Luque Baena). Madrid: Tecnos.

«Circular aos Mtos. Rvdos. Parochos», 1881a, Boletim do Governo Eclesiástico dos Açores, T. IV: 249-243.

«Circular aos Mtos. Rvdos. Parochos», 1881b, Boletim do Governo Eclesiástico dos Açores, T. IV: 274-275.

Coelho, F. Adolfo, 1881, «Materiaes para o Estudo das Festas, Crenças e Costumes Populares Portugueses». Revista d’Ethnologia e Glottologia, vols. II/III: 49-108.

Coelho, Manuel de Ávila, 1961, «A Freguesia de Nosssa Senhora da Piedade na Ilha do Pico». Boletim do Núcleo Cultural da Horta, vol. II: 291-377.

Constância, João de Medeiros, 1982, «A Ilha de Santa Maria. Evolução dos Principais Aspectos da sua Paisagem Humanizada (sécs. xv a xix). Arquipélago (Série Ciéncias Humanas), n.o IV: 225-244.

«Coroações», 1924, Boletim Eclesiástico dos Açores, T. XXVI»: 272-273.

Cortes-rodrigues, Armando, 1924, «As Festas do Espírito Santo na Ilha de São Miguel». Arquivo dos Açores, vol. XIV: 299-311.

Cortes-rodrigues, Armando, 1942/45, «Cantar às Almas». Açoreana, vol. III: 17-35.

Cortes-rodrigues, Armando, 1982, Adagiário Popular Açoriano, I vol. Angra do Heroísmo: Secretaria Regional da Cultura.

Cortesão, Jaime, 1980 (s/d), Os Descobrimentos Portugueses, vol. I. Lisboa: Livros Horizonte.

Costa, Antonieta, 1987, Festas em Louvor do Divino Espírito Santo, Abordagem Socio-Cultural. S/indicação de local de edição: ed. da autora.

Costa, C., LOURENÇO, L., Robalo, M. e Rolão, B., s/d, A Festa do Espírito Santo em Mouriscas (trabalho dactilografado). Lisboa: Universidade Nova de Lisboa/Faculdade de Ciências Sociais e Humanas.

Costa, Carreiro da, 1957, «As Festas do Espírito Santo nos Açores. Breve Notícia a seu respeito em cada uma das Ilhas do Arquipélago». Insulana, vol. XIII: 5-54.

Costa, Carreiro da, 1989, Etnologia dos Açores, vol. I (organização, prefácio e notas de Rui Sousa Martins). Lagoa: Câmara Municipal da Lagoa.

Costa, José Maria da, 1913, «O Espírito Santo nos Açores». Revista do Minho, vol. XV: 26-27.

Cruces, Francisco e Diaz de Rada, Angel, 1992, «Public Celebrations in a Spanish Valley», Boissevain, J. (ed.). Revitalizing European Ritual, Londres, Routledge: 62-79.

Cunha, Dom Rodrigo, 1642, Historia Ecclesiastica da Igreja de Lisboa. I. Lisboa.

Cunha, José Germano, 1892, Apontamentos para a História do Concelho do Fundão. Lisboa: Tip. Minerva Central.

Cunha, P.e Manuel da, 1981 (1906), «Festas do Espírito Santo na Ilha de São Jorge». Notas Históricas. Vol. I, Estudos sobre o Concelho da Calheta (São Jorge), Ponta Delgada, Universidade dos Açores: 423-461.

Cutileiro, José, 1977 (1971), Ricos e Pobres no Alentejo. Lisboa: Sá da Costa.

Dehouve, Daniéle, 1974, Corvées des Saints et Luttes des Marchands. Paris: Klincksiek.

Dias, A. Jorge, 1990a (1960), «Tentamên de Fixação das Grandes Áreas Culturais Portuguesas». Estudos de Antropologia, vol. I: 159-181.

Dias, A. Jorge, 1990b (1955), «Algumas Considerações acerca da Estrutura Social do Povo Português». Estudos de Antropologia, vol. I: 183-206.

Dias, A. Jorge e Margot, 1950, «A Encomendação das Almas». XII Congresso Luso-Espanhol para o Progresso das Ciências. 7a. Secção, Ciências Históricas e Filológicas, T. VIII. Lisboa: 593-664.

Dias, A. Jorge e Margot, 1956, «A ‘Recomenda das Almas’ como Elemento Cultural da Área LusoBrasileira». Douro-Litoral, 7.a série, III/IV: 1-8.

Dias, Jaime Lopes, 1926, Etnografia da Beira, vol. I. V. N. Famalicão: Tip. Minerva.

Dias, Jaime Lopes, 1942, Etnografia da Beira, vol. VI. Lisboa: Torres & Cia./ Livraria Férin.

Dias, Jaime Lopes, 1948, Etnografia da Beira, vol. VII. Lisboa; Torres & Cia./ Livraria Férin.

Dias, Jaime Lopes, 1953, Etnografia da Beira, vol. VIII. Lisboa: Livraria Férin.

Dias, Jaime Lopes, 1965, Etnografia da Beira, vol. IX. Lisboa: Livraria Férin.

Dias, Maria Alice Borba, 1982, Ilha Terceira. Estudo de Linguagem e de Etnografia. S/ indicação do local de edição: Secretaria Regional de Educação e Cultura/ Direcção Regional de Acção Cultural.

Dias, Ten. Francisco José, 1981, Cantigas do Povo dos Açores. Angra do Heroísmo: Instituto Açoriano de Cultura.

Dias, Urbano Mendonça, 1946 A Vida de Nossos Avós. Estudo Etnográfico da Vida Açoreana através das suas Leis, Usos e Costumes, vol. V. Vila Franca do Campo: Tip. de «A Crença».

Douglass, William A., 1973, Death in Murelaga. Funerary Ritual in a Spanish Basque Village. Seattle e Fondres: University of Washington Press.

Drumond, Francisco Ferreira, 1981 (1850), Anais da Ilha Terceira, vol. II. S/ indicação do local de edição: Secretaria Regional da Educação e Cultura.

Dumont, Fouis, 1966, Homo Hierarchicus. Essai sur le Système des Castes. Paris: Gallimard.

Duparc, Pierre, 1958, «Confréries du Saint-Esprit et Communautés d’Habitants au Moyen-Age». Revue Historique de Droit Français et Etranger, 4.éme série, 36.éme année, n.o 3, 349-367, n.o 4: 555-585.

Eade, John e Sallnow, Michael, 1991, Contesting the Sacred. The Anthropology of Christian Pilgrimage. Londres: Routledge.

Enes, Maria Fernanda, 1985, A Reforma Tridentina e a Religião Vivida nos Açores (tese dactilografada). Ponta Delgada: Universidade dos Açores.

Enes, P.e Inocêncio, 1948, «As Festas do Espírito Santo nos Altares». Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, vol. VI: 107-123.

Esperança, Fr. Manoel da, 1656, História Seráfica dos Frades Menores de S. Francisco na Província de Portugal, I, Lisboa.

Evans-Pritchard, E. E., 1940, The Nuer. A Description of the Modes of Livelihood and Politicai Institutions of a Nilotic People. Oxford: Clarendon Press.

Fenton, Alexander e Owen, Trevor, 1981, Food in Perspective. Proceedings of the Third International Conference on Ethnological Food Research, Cardiff Wales, 1977. Edimburgo: John Donald.

Fernandes, José Manuel, 1989, Angra do Heroísmo. Lisboa: Presença.

Fernandes, Manoel, 1690, Alma Instruída na Doutrina e Vida Christã, II, Lisboa.

Ferreira, Fernando, 1978, Coisas Simples da Terra Tomarense. Festa dos Tabuleiros. Círio da Senhora da Piedade. Algumas Achegas para a sua História. Santarém: Junta Distrital de Santarém.

Ferreira, P.e Ernesto, 1927, A Alma do Povo Micaelense. Ponta Delgada: Oficina de Artes Gráficas.

Ferreira, P.e Ernesto, 1959, «As Romarias Quaresmais na Ilha de São Miguel. Sua Origem e Antiguidade». Insulana, vol. XIV: 135-141.

Figueiredo Jaime de, 1957, Impérios Marienses (Folclore Açoreano). Lisboa: C. de Oliveira.

Fontes, Manuel da Costa, 1980, Romanceiro Português dos Estados Unidos, Vol. I: Nova Inglaterra. Coimbra: Por Ordem da Universidade.

Foster, George, 1965a, «The Dyadic Contract in Tzintzuntzan. II. Patron-Client Relationship. American Anthropologist. vol. 65: 1280-1294.

Foster, George, 1965b, «Peasant Society and the Image of Limited Good». American Anthropologist, vol. 67: 293-315.

Frazer, James G., 1978 (1922), The Golden Bough. A Study in Magic and Religion (Abridged Edition). Londres: Mac Millan Press.

Freeman, Susan Tax de, 1970, Neighbours. The Social Contract in a Castillian Hamlet. Chicago: University of Chicago Press.

Frutuoso, Gaspar, 1971 (1590), Livro Terceiro das Saudades da Terra. Ponta Delgada: Instituto Cultural de Ponta Delgada.

Frutuoso, Gaspar, 1977 (1590), Livro Quarto das Saudades da Terra, Volume I. Ponta Delgada: Instituto Cultural de Ponta Delgada.

Frutuoso, Gaspar, 1978 (1590), Livro Sexto das Saudades da Terra. Ponta Delgada: Instituto Cultural de Ponta Delgada.

Frutuoso, Gaspar, 1981 (1590), Livro Quarto das Saudades da Terra, Volume II. Ponta Delgada: Instituto Cultural de Ponta Delgada.

Furtado, Arruda, 1884, Materiaes para o Estudo Antropológico dos Açores. Observações sobre o Povo Micaelense. Ponta Delgada: Tipografia Popular.

Gascon, J. A., 1921/22, «Festas de Monchique. IV. Santo-Espírito». Revista Lusitana, vol. 24: 274-285.

Gayton, Anna H., 1948, «Descrição das Festas do Espírito Santo feitas pelos Portugueses da Califórnia em 1947». Insulana, vol. IV: 388-402.

Gayton, Anna H., 1959, «The Festa do Espírito Santo in Three Cultural Settings». Actas do III Colóquio Internacional de Estudos Luso Brasileiros, vol. I. Lisboa: 182.

Geertz, Cliford, 1980, Negara. The Theatre State in Nineteenth Century Bali. Princeton, N. J.: Princeton University Press.

Godbout, Jacques, 1992, L’Esprit du Don. Paris: Éditions de la Découverte.

Instituto Nacional de Estatística, 1960, X Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes. Lisboa.

Instituto Nacional de Estatística, 1981, XII Recenseamento Geral da População. II Recenseamento da Habitação. Resultados Definitivos. Região Autónoma dos Açores. Lisboa.

Isambert, François-André, 1982, Le Sens du Sacré. Fête et Religion Populaire. Paris: Minuit.

Keil, Luís, 1917, «O Império do Penedo», A Águia, s. II. vol. XII, 50-52.

Larnott, Margaret (ed.), 1981, Gastronomy. The Anthropology of Food and Food Habits. The Hague-Paris: Mouton.

Laslett, Peter, 1978 (1972), «The History of the Family». Laslett, P. e Wall, R. (eds.), Household and Family in Past Time, Londres: Cambridge University Press: 1-89.

Laurentiaux, Daniel-Francis, 1979, Folklore des Açores: Festas em Honra do Divino Espírito Santo (tese dactilografada). Paris: Université de la Sorbonne.

Laurentiaux, Daniel-Francis, 1983, «Cultes et Confréries du Saint-Esprit aux Açores». Arquivos do Centro Cultural Português, vol. XIX: 79-143.

Leach Edmund, 1977 (1961), «Two Essays Concerning the Symbolic Representation of Time». Rethinking Anthropology, Londres: The Athlone Press, 124-136.

Leal, João, 1984, Etnografia dos Impérios de Santa Bárbara (Santa Maria, Açores). Lisboa: Instituto Português do Património Cultural/ Departamento de Etnologia.

Leal, João, 1989, «As Romarias Quaresmais de São Miguel». Estudos em Homenagem a Ernesto Veiga de Oliveira, Lisboa, Instituto Nacional de Investigação Científica: 409-436.

Leal, João, 1991a, «O Ciclo do Carnaval». Pais de Brito, Joaquim (ed.), Portugal Moderno. Tradições, Lisboa, Pomo: 59-63.

Leal, João, 1991b, «A Quaresma». Pais de Brito, Joaquim (ed.), Portugal Moderno. Tradições, Lisboa, Pomo: 64-70.

Leal, João, 1991c, «Páscoa, Maio e Espírito Santo». Pais de Brito, Joaquim (ed.), Portugal Moderno. Tradições, Lisboa, Pomo: 71-80.

Leal, João, 1993a, «As Romarias Quaresmais de São Miguel: Margem e Ciclo Anual num Contexto Português». Gomes da Silva, José Carlos (ed.), Assimetria Social e Inversão. Lisboa, I.I.C.T.: 165-182.

Leal, João, 1993b, Festa e Construção da Identidade. O Nível Nacional e Regional. Comunicação apresentada ao Seminário «Problemas da Sociedade Portuguesa», organizado pelo Gabinete de Sociologia Histórica da F.C.S.H. da U.N.L.

Legoupil, Dominique, s/d, Evolution d’une Village des Açores: Lajes das Flores (tese de 3éme. Cycle dactilografada), s/ indicação do local de edição.

Lévi-Strauss, Claude, 1966, Mythologiques. Du Miel aux Cendres. Paris: Plon.

Lévi-Strauss, Claude, 1971 (1947), Les Structures Elementaires de la Parenté. Paris/ La Haye: Mouton.

Lima, Gervásio, 1932, Festas do Espírito Santo — Cantores e Cantares. Angra do Heroísmo: Livraria Editora Andrade.

Lima, Marcelino, 1940, Anais do Município da Horta. Ilha do Faial. Famalicão: Grandes Oficinas Gráficas Minerva.

Lopes, Frederico, 1980a (1957), «As Festas do Espírito Santo». Ilha Terceira. Notas Etnográficas, Angra do Heroísmo, Instituto Histórico da Ilha Terceira: 211-286.

Lopes, Frederico, 1980b (1950), «Donde Terão Vindo as Varas da Festa do Espírito Santo?» Ilha Terceira. Notas Etnográficas, Angra do Heroísmo, Instituto Histórico da Ilha Terceira: 287-289.

Lopes, Frederico, 1980c, «Vida Socio-Económica», Ilha Terceira. Notas Etnográficas, Angra do Heroísmo, Instituto Histórico da Ilha Terceira: 421-437.

Macedo, Silveira de, 1871, História das Quatro Ilhas que Formam o Distrito da Horta, vol. I. Horta: Typ. Graça Júnior.

Macherel, Claude, 1983, «Don et Reciprocité en Europe». Archives Europeénnes de Sociologie, vol. XXIV: 151-166.

Marques, Evaristo, 1950, «Costumes Regionais da Ilha Terceira». Mensário das Casas do Povo, vol. IV, n.o 47: 12-13.

Martins, Francisco Ernesto Oliveira, 1985, Festas Populares dos Açores, S/ indicação do local de edição: Região Autónoma dos Açores/ Imprensa Nacional — Casa da Moeda.

Martins, Rui Sousa, 1989, «Os Processos Criativos e as Origens do Povoamento». Oceanos, n.o 1, 65-67.

Mauss, Marcel, 1983a (1923/24), «Essai sur le Don. Forme et Raison de l’Échange dans les Sociétés Archaiques». Sociologie et Anthropologie, Paris: P.U.F.: 145-279.

Mauss, Marcel, 1983b (1904/05), «Essai sur les Variations Saisonnieres des Sociétés Eskimos. Étude de Morphologie Sociale». Sociologie et Anthropologie, Paris: P.U.F.: 389-477.

Mendes Vieira, 1903, «Costumes Açorianos. Festas do Espírito Santo», Álbum Açoriano. 357-362.

Mendonça, Elsa B. Lemos de, 1961/62, «Ilha de São Jorge. Subsídios para o Estudo da Etnografia, Linguagem e Folclore Regionais». Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, vols. XIX e XX: 5-347.

Mesquita, Jorge, 1984, Festa e Estratificação Social na Campina (tese dactilografada). Lisboa: Universidade Nova de Lisboa/ Faculdade de Ciências Sociais e Humanas.

Monte Alverne, Fr. Agostinho, 1986 (1695), Crónica da Província de S. João Evangelista das Ilhas dos Açores, vol. I. Ponta Delgada: Instituto Cultural de Ponta Delgada.

Monteiro, Armando, 1969, Pedras de Santa Maria (classificação e prefácio de Paulo Caratão Soromenho). Ponta Delgada: Arquipélago.

Monteiro, Jacinto, 1982, Memórias da Minha Ilha. Santa Maria: ed. do autor.

Monteiro, Jacinto, 1983, A Invocação do Espírito Santo nas Crises Sísmicas dos Açores (manuscrito inédito).

Moura, José D. G. Motta e, 1977 (1855), Memória Histórica da Notável Vila de Niza. Lisboa: Imprensa Nacional — Casa da Moeda.

Nash, Manning, 1958, «Politicai Relations in Guatemala». Social and Economic Studies, vol. 7: 65-75.

Nemésio, Vitorino, 1986a (1928), «O Açoriano e os Açores», Gouveia, M. Margarida (ed.), Vitorino Nemésio. Estudo e Antologia. Lisboa, Instituto de Cultura e Língua Portuguesa: 317-329.

Nemésio, Vitorino, 1986b (1932), «Açorianidade». Gouveia, M. Margarida (ed.), Vitorino Nemésio. Estudo e Antologia. Lisboa, Instituto de Cultura e Língua Portuguesa: 401-402.

Neves, Eduíno, 1959, A Ilha de Santa Maria. Contributo para um Estudo de Geografia (tese dactilografada). Coimbra: Universidade de Coimbra.

Nogueira, J. V. Paula, 1894, As Ilhas de São Miguel e Terceira. Lisboa: Portugal Agrícola.

«O Culto do Divino Espírito Santo nos Açores», 1959. Boletim Eclesiástico dos Açores, T. XXXV: 431-442.

O’neill, Brian, 1984, Proprietários, Lavradores e Jornaleiras. Desigualdade Social numa Aldeia Transmontana (1870-1978). Lisboa: Publicações Dom Quixote.

O’neill, Brian, 1989, «Repensando Trabalhos Colectivos Lúdicos. A Matança do Porco em Alto Trás-os-Montes». Estudos em Homenagem a Ernesto Veiga de Oliveira. Lisboa, Instituto Nacional de Investigação Científica: 471-520.

Ormonde, Maria Helena, 1985/86, Uma Freguesia Rural em Mudança (tese dactilografada). Lisboa: Universidade Nova de Lisboa/Faculdade de Ciências Socias e Humanas.

Ott, Sandra, 1980, «Blessed Bread, «First Neighbours» and Asymetric Exchange in the Basque Country». Archives Européennes de Sociologie, vol. XXI: 40-58.

Ott, Sandra, 1981, The Circle of Mountains. A Basque Shepherding Community. Oxford: Clarendon Press.

Pacheco, Norberto Cunha, 1986, Graciosa, as Tradições e as Paisagens de uma Ilha. Graciosa: S.R.T.T./ S.R.E.C./ Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa.

Parry, Jonathan, 1986, «The Gift, the Indian Gift and the ‘Indian Gift’». Man: 21 (3), 453-473.

Parry, Jonathan e BLOCH, Maurice (eds.), 1989, Money and the Morality of Exchange. Cambridge: Cambridge University Press.

Pastoral, 1876, Boletim do Governo Eclesiástico dos Açores, T. II: 292-336.

Pastoral aos Fiéis da Freguesia de N. S. dos Remédios da Fajanzinha Nesta Ilha das Flores, 1876, Boletim do Governo Eclesiástico dos Açores, T. II: 289-292.

Pavão Jr., José de Almeida, 1981, Aspectos do Cancioneiro Popular Açoriano. Ponta Delgada: Universidade dos Açores.

Pereira, Benjamim, 1973, Máscaras Portuguesas. Lisboa: Junta de Investigações do Ultramar/ Museu de Etnologia do Ultramar.

Pereira, Con. J. A., 1950, Sobre as Festas do Espírito Santo — Censuras e Leis da Autoridade Diocesana desde 1560». Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, vol. VIII: 58-63.

Pereira, Eduardo C. N., 1986 (1939), Ilhas de Zarco. Funchal: Câmara Municipal do Funchal.

Pina-Cabral, João, 1986, Sons of Adam. Daughtors of Eve. The Peasant World View of the Alto Minho. Oxford: Clarendon Press.

Pina-Cabral, João, 1991, «Casamento, Compadrio e Vizinhança», Os Contextos da Antropologia. Lisboa, Difel, 213-239.

Pires, A. Tomás, 1908, «Investigações Etnográficas». Revista Lusitana, vol. 11: 63-78.

Pitt-Rivers, Julian, 1971 (1954), The People of the Sierra (2.a edição). Chicago: The University of Chicago Press.

Pitt-Rivers, Julian, 1977 (1963), «The Law of Hospitality», The Fate of Sechem or the Politics of Sex. Essays in the Anthropology of the Mediterranean, Cambridge, Cambridge University Press: 94-112.

Pratt, Alfredo de, 1899, «O Imperador de Eiras». A Tradição, vol. I: 152-155.

Propp, Vladimir, 1978 (1963), Feste Agrarie Russe. Una Ricerca StoricoEtnografica (trad. de Rita Bruzzese). Bari: Edizione Dedalo.

Provisão, 1925, Boletim Eclesiástico dos Açores, T. XXVII: 40-43.

Quadros, António, 1987, Portugal, Razão e Mistério. Livro 2. O Projecto Áureo ou o Império do Espírito Santo. Lisboa: Guimarães Editores.

Ramalho, Paulo, s/d, S. Antão. Entre o Passado e o Presente, Entre o que Foi e o que É (tese dactilografada). Lisboa: Universidade Nova de Lisboa/ Faculdade de Ciências Sociais e Humanas.

Regulamento dos Romeiros da Ilha de São Miguel, 1962, Boletim do Governo Eclesiástico dos Açores, vol. 37: 38-46.

Resoluções Aprovadas nas Conferências do Clero Celebradas em Angra do Heroísmo sob a Presidência de Sua Exa. Revma. nos Dias 24 e 25 de Setembro de 1894, 1895, Boletim do Governo Eclesiático dos Açores, T. XII: 129-136.

Rey. Pe, Alberto Pereira, 1881, «Breve Notícia das Festas do Imperador e Vodo». Arquivo dos Açores, vol. III: 285-300.

Ribeiro, José Diogo, 1908, Memórias de Turquel. Porto: Tipografia Universal.

Ribeiro, LUÍS Silva, 1982 (1942), «Os Foliões do Espírito Santo nos Açores». Obras, vol. I, Angra do Heroísmo, Instituto Histórico da Ilha Terceira/Secretaria Regional da Educação e Cultura: 253-266.

Ribeiro, LUÍS Silva, 1983 (1864), «Subsídios para um Ensaio sobre a Açorianidade (Seguidos de «A Pretendida Influência Nórdica no Povo Micaelense)». Obras, vol. II, Angra do Heroísmo, Instituto Histórico da Ilha terceira/Secretaria Regional da Educação e Cultura: 515-564.

Ribeiro, Orlando, 1955, Aspectos e Problemas da Expansão Portuguesa. Lisboa: Fundação da Casa de Bragança.

Ribeiro, Orlando, 1963 (1945), Portugal. O Mediterrâneo e o Atlântico. Lisboa: Sá da Costa.

Riegelhaupt, Joyce F., 1973, «Festas and Padres. The Organization of Religious Action in a Portuguese Parish». American Anthropologist. vol. 75: 835-852.

Rocha-Trindade, Maria Beatriz, 1976, «Comunidades Migrantes em Situação Dipolar». Análise Social, XII: 983-987.

Sahlins, Marshall, 1963, «Poor Man, Rich Man, Big-Man, Chief: Politicai Types in Melanesia and Polynesia». Society and History, vol. V: 285333.

Sahlins, Marshall, 1978 (1965), «On the Sociology of Primitive Exchange». Stone Age Economics, London, Tavistock Publications: 185-275.

Salvador, Mari Lynn, 1981, Festas Açoreanas. Portuguese Religious Celebrations in California and the Azores, Oakland: The Oakland Museum History Department.

Salvador, Mari Lynn, 1985, «Symbolism and Ephemeral Art. An Analysis of the Aesthetic Aspects of the Festas do Divino Espírito Santo», Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, vol. XLIII: 243-289.

Sanchis, Pierre, 1983, Arraial, Festa de um Povo. As Romarias Portuguesas. Lisboa. Publicações Dom Quixote.

Saraiva, Álvaro e Teixeira, Dias, 1987, Romeiros, Peregrinos de Hoje. Ponta Delgada: edição dos autores.

Sarmento, Artur Alberto, 1951, Fasquias e Ripas da Madeira. Funchal: Junta Geral do Distrito Autónomo do Funchal.

Serviço Regional de Estatística dos Açores, 1985, Recenseamento Agrícola/85 dos Açores, Mapas respeitantes às freguesias de Nossa Senhora da Piedade (Pico), Santa Bárbara (Santa Maria) e Santo Antão (São Jorge), Angra do Heroísmo.

Silva, Agostinho da, 1985, «Dez Notas sobre o Culto Popular do Espírito Santo». Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, vol. xlii: 173180.

Silva, P.e Fernando A. e Meneses, Carlos Azevedo, 1984 (1921), Elucidário Madeirense. Funchal: Secretaria Regional do Turismo e Cultura/Direcção Regional de Acção Cultural.

Simões, Manuel Breda, 1985, «Le Symbolisme du Triple Couronnement et les «Empires» du Saint-Esprit. Boletim do Instituto Histórico da Ilha Terceira, vol. xlii: 173-180.

Simões, Manuel Breda, 1986, «O Espírito da Santa Cruzada e a Cruzada do Espírito Santo». Gabinete de Estudos de Simbologia (ed.), Cavalaria Espiritual e Conquista do Mundo. Lisboa, Instituto Nacional de Investigação Científica: 165-175.

Simões, Manuel Breda, 1987, Roteiro Lexical do Culto e Festas do Espírito Santo nos Açores. Lisboa: Instituto de Cultura e Língua Portuguesa.

Smith, Pierre, 1979, «Aspects de l’Organisation des Rites». Izard, M. e Smith, P. (eds.), La Fonction Symbolique. Essais d’Anthropologie, Paris, Gallimard: 139-170.

Smith, Pierre, 1981, «La Festa nel suo Contesto Rituale». Bianco, C. e Del Ninno, M.-(eds.), Festa. Antropologia e Semiotica, Florença, Nuova Guaraldi Editrice: 212-219.

Smith, Waldemar, 1981 (1977), El Sistema de Fiestas y el Cambio Economico (trad. de Gerardo Novas). Mexico: Fondo de Cultura Economica.

Soares, Micaela, 1982, Os Impérios Populares. Lisboa: separata do Boletim Cultural da Assembleia Distrital de Lisboa.

Sousa, Tude Martins de e Rasquilho, Francisco V., 1936, Amieira do Antigo Priorado do Crato (Subdídios para uma Monografia). Figueira da Foz: Tipografia Popular.

Spiritualité Pascale, 1957, Paris: Desclée de Brower.

Tak, Herman, 1990, «Longing for Local Identity: Intervillage Relations in an Italian Mountain Area». Anthropological Quarterly, 63 (2): 90-100.

Tavares, P.e José João, 1979 (1944), A Vila da Lagoa e o seu Concelho (Subsídios para a sua História). Ponta Delgada: Câmara Municipal da Lagoa.

Teixeira, Vasco, 1991, «Manjares Cerimoniais», Pais de Brito, Joaquim (ed.) Portugal Moderno. Tradições. Lisboa, Pomo: 189-197.

Turner, Victor, 1969a, «Liminality and Communitas». The Ritual Process. Structure and Anti-Structure, Chicago, Aldine Publishing Company: 94-130.

Turner, Victor, 1969b, «Communitas: Mode and Process». The Ritual Process. Structure and Anti-Structure, Chicago, Aldine Publishing Company: 131-165.

Turner, Victor, 1974, «Metaphors of Anti-Structure in Religious Culture». Dramas, Fields and Metaphors. Symbolic Action in Human Society, Ithaca, Cornell University Press: 272-299.

Van Gennep, Arnold, 1909, Les Rites de Passage. Paris: Picard.

Van Gennep, Arnold, 1947, Manuel de Folklore Français Contemporain, Tomo Primeiro, Vol. 3, Cérémonies Périodiques, Cycliques et Saisonniéres. 1. Carnaval/Carême — Pâques. Paris: Picard.

Van Gennep, Arnold, 1949, Manuel de Folklore Français Contemporain, Tomo Primeiro, Vol. 4, Cérémonies Périodiques, Cycliques et Saisonniéres. 2. Cycle de Mai — La Saint Jean. Paris: Picard.

Vargas, Olímpia e Machado, Rosa Maria, s/d, Sismos Ocorridos nas Ilhas dos Açores de 1444 a 1900. Contributo para a sua História (texto dactilogrado inédito).

Vasconcelos, José Leite de, 1925, A Barba em Portugal. Estudo de Etnografia Comparada. Lisboa: Imprensa Nacional.

Vasconcelos, José Leite de, 1926, Mês de Sonho. Conspecto de Etnografia Açórica. Lisboa: Livraria Universal de Armando J. Tavares.

Vasconcelos, José Leite de, 1958, Etnografia Portuguesa. Tentame de Sistematização, Vol. IV (elaborado segundo os materiais do autor ampliados com nova informação por M. Viegas Guerreiro). Lisboa: Imprensa Nacional — Casa da Moeda.

Vasconcelos, José Leite de, 1982, Etnografia Portuguesa. Tentame de Sistematização, Vol. VIII (organização de M. Viegas Guerreiro, com a colaboração de A. Soromenho e P. Soromenho). Lisboa: Imprensa nacional — Casa da Moeda.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1966, Instrumentos Musicais Populares Portugueses. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984a (1956), «Subsídios para o Estudo do Entrudo em Portugal — o «Enterro do João». Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa, Publicações Dom Quixote: 17-46.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984b (1952), «O Entrudo». Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa, Publicações Dom Quixote: 47-50.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984c (1960), «Os «Compadres» e as «Comadres» do Carnaval». Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa, Publicações Dom Quixote: 51-58.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984d (1956), «Manjares Cerimoniais do Entrudo em Portugal», Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa: Publicações Dom Quixote: 59-68.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984e (1957), «Folares e Ovos de Páscoa em Portugal», Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa. Publicações Dom Quixote: 85-96.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984f (1958), «O Primeiro de Maio», Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa. Publicações Dom Quixote: 97-107.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984g, «As Maias», Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa, Publicações Dom Quixote: 109-111.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984h (1955/57), «A Quinta-Feira de Ascensão em Portugal». Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa, Publicações Dom Quixote: 113-118.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1984i (1960), «Manjares e Refeições Cerimoniais». Festividades Cíclicas em Portugal. Lisboa, Publicações Dom Quixote: 203-206.

Veiga de Oliveira, Ernesto, 1986, Instrumentos Musicais Populares dos Açores. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Veiga de Oliveira, Ernesto e Pereira, Benjamim, 1987. Tecnologia Tradicional dos Açores. Subsídios para o seu Estudo. Lisboa: Instituto Nacional de Investigação Científica.

Veríssimo, Nelson, 1985, «A Festa do Espírito Santo». Atlântico, n.o. 1: 9-17.

Veríssimo, Nelson, 1988, A Festa do Espírito Santo na Madeira. Comunicação apresentada à 2.a Semana de Etnologia do Atlântico, Angra do Heroísmo, 15 a 21 de Agosto de 1988.

Vovelle, Michel, 1982, Idéologies et Mentalités. Paris: Maspero.

Wolf, Eric, 1955, «Types of Latin American Peasantry: a Preliminary Discussion». American Anthropologist, vol. 47: 452-471.

Wolf, Eric, 1966, Peasants. Englewood Cliffs, N.J.: Prentice-Hall.

Zonabend, Françoise, 1980, La Mémoire Longue. Temps et Histoire au Village. Paris: P.U.F.

Zonabend, Françoise, 1981, «Le Trés Proche et le Pas Trop Loin. Réflexions sur 1’Organisation du Champ Matrimonial des Sociétés de Parenté Complexes». Ethnologie Française, vol. XI: 311-318.

© Etnográfica Press, 1994

Conditions d’utilisation : http://www.openedition.org/6540