Vous l’avez sans doute déjà repéré : sur la plateforme OpenEdition Books, une nouvelle interface vient d’être mise en ligne.
En cas d’anomalies au cours de votre navigation, vous pouvez nous les signaler par mail à l’adresse feedback[at]openedition[point]org.

Homens que partem, mulheres que esperam

Consequências da emigração numa freguesia minhota

Traduit par: Ana Mafalda Tello
Portugal de Perto

Éditeur : Etnográfica Press

Lieu d’édition : Lisboa

Publication sur OpenEdition Books : 21 janvier 2019

Collection : Portugal de Perto

Année d’édition : 1991

Nombre de pages : 317


Présentation

Durante a última ou as duas últimas décadas, tem havido tentativas significativas da parte da comunidade de estudiosos de ultrapassar as fronteiras entre as várias disciplinas, de partilhar metodologias e conhecimentos teóricos e de, ao mesmo tempo, pôr novas questões e criar vias de investigação inteiramente novas. Um dos intercâmbios mais frutuosos verificados deu-se entre as disciplinas de História e Antropologia (Kertzer 1984a). A um nível, o intercâmbio foi simultaneamente essencial e específico. Como Stone (1982) refere, os antropólogos têm feito perguntas acerca de estruturas de parentesco, regras de residência, perguntas que são de interesse vital para uma nova geração de historiadores da família e da sociedade. A formulação de certos princípios gerais acerca da «natureza do homem» ou da «natureza da vida social» com base num estudo intensivo da dinâmica da vida numa comunidade local tem uma tradição igualmente longa em antropologia. Em meios ligados à história, é um fenómeno mais recente. Aquilo a que Stone chama «história total» não é senão o que os antropólogos há muito designaram por «holismo».


Sommaire


Le texte seul est utilisable sous licence Licence OpenEdition Books. Les autres éléments (illustrations, fichiers annexes importés) sont « Tous droits réservés », sauf mention contraire.