Version classiqueVersion mobile
OpenEdition Books

D. Pedro de Meneses e a construção da Casa de Vila Real (1415-1437)

 | 
Nuno Silva Campos

Fontes e bibliografia

Texte intégral

Fontes manuscritas

Arquivo Nacional/Torre do Tombo

Arquivo da Casa de Abrantes, doc. n.o 259.

Chancelarias

D. Fernando: liv. 1;

D. João I: livs. 1, 3, 4 e 5;

D. Duarte: liv. 3;

D. Afonso V: livs. 1, 2, 4, 8, 9, 10, 11, 15, 18, 19, 20, 24, 25, 27, 28 e 34;

Leitura Nova

Beira, liv. 1;

Místicos, livs. 2 e 3;

Gavetas

Gaveta II, mç. 1, doc. 10.

Fontes impressas

Chancelarias Portuguesas. D. Duarte, vol. I, tomos I (1433-1435) e II (1435-1438), Lisboa, Centro de Estudos Históricos da Universidade Nova de Lisboa, 1998.

Descobrimentos Portugueses. Documentos para a sua História, pub. e prefaciados por João Martins da Silva Marques, III vols. e suplemento ao vol. I, reprodução fac-similada da ed. de 1979, Lisboa, Instituto Nacional de Investigação Científica, 1988.

Documentos das chancelarias reais anteriores a 1531 relativos a Marrocos, pub. e dir. de Pedro de Azevedo, 2 tomos, Lisboa, Academia das Sciências de Lisboa, 1915.

Livro de Linhagens do Século XVI, intr. de António Machado de Faria, Lisboa, Academia Portuguesa de História, 1956.

Livro dos conselhos de El-Rei D. Duarte (Livro da Cartuxa), ed. A. H. de Oliveira Marques e J. J. Alves Dias, Lisboa, Ed. Estampa, 1982.

Lopes, Fernão, Crónica do Senhor Rei Dom Fernando Nono Rei Destes Regnos, intr. Salvador Dias Arnaut, Porto, Livraria Civilização, 1979.
Cronica del Rei Dom Joham I de boa memoria e dos Reis de Portugal o decimo, 2 vols., Lisboa, Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1977.
Crónica do Senhor Rei Dom Pedro Oitavo Rei Destes Regnos, intr. Damião Peres, 2a ed., Porto, Livraria Civilização, 1979.

Monumenta Henricina, 13 vols., Coimbra, Comissão Executiva das Comemorações do V Centenário da Morte do Infante D. Henrique, 1960.

Plna, Ruy de, «Chronica do Senhor Rey D. Duarte», in Crónicas de Rui de Pina. D. Sancho I, D. Afonso II, D. Sancho II, D. Afonso III, D. Dinis, D. Afonso IV, D. Duarte, D. Afonso V, D. João II, introd. e rev. de M. Lopes de Almeida, Porto, Lello & Irmão Editores, 1977, pp. 480-575.

Sousa, D. António Caetano de, Provas da História Genealógica da Casa Real Portuguesa, tomo III,2a parte, Coimbra, Atlântida Ed., 1949, prova no 71, pp. 197-201.

Zurara, Gomes Eanes de, Crónica da Tomada de Ceuta, introdução e notas de Reis Brasil, Mem Martins, Europa-América, 1992.
Crónica do Conde D. Duarte de Meneses, ed. diplomática de Larry King, Lisboa, FCSH/UNL, 1978.
Crónica do Conde Dom Pedro de Meneses, nota de apresentação de José Adriano de Freitas Carvalho, ed. fac-similada da ed. do Abade Correia da Serra, de 1792, pela Academia das Ciências de Lisboa, Porto, Programa Nacional de Edições Comemorativas dos Descobrimentos Portugueses, 1988.

Bibliografia

Albuquerque, Mário de, «Causas da conquista de Ceuta», in O Significado das Navegações e outros Ensaios, Lisboa, s.n., 1930, pp. 21-67.

Arnaut, Salvador Dias, A Crise Nacional dos Fins do Século XIV. Volume I. A Sucessão de D. Fernando, Coimbra, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra – Instituto de Estudos Históricos Dr. António de Vasconcelos, 1960.

Azevedo, João Lúcio, Épocas de Portugal Económico. Esboços de História, 4a ed., Lisboa, Clássica, 1988.

Baeza Herrazti, Alberto Ceuta Hispano-Portuguesa, Ceuta, Instituto de Estudios Ceutíes, 1993.

Barata, Filipe Themudo, Navegação, Comércio e Relações Políticas: Os Portugueses no Mediterrâneo Ocidental (1385-1466), Lisboa, FCG-JNICT, 1998, [d.l. 1998],

Beirante, Maria Angela, «Ceuta nas Ordenações Afonsinas» in Ceuta HispanoPortuguesa, Ceuta, Instituto de Estudios Ceutíes, 1993, 1993, pp. 87-100.

Braga, Paulo Drumond, «A Expansão no Norte de África» in A Expansão Quatrocentista, coo rd. por A. H. de Oliveira Marques, vol. II da Nova História da Expansão Portuguesa, dir. de Joel Serrão e A. H. de Oliveira Marques, Lisboa, Estampa, 1998, pp. 235-360.

Braga, Paulo Drumond e BRAGA, Isabel Drumond, Ceuta Portuguesa (1415-1656), Ceuta, Instituto de Estudios Ceutíes-Ciudad Autónoma de Ceuta, 1998, 1988.

Burke, Peter, «Historia de los acontecimientos y renacimiento de la narración», in Formas de hacer Historia, Peter Burke (ed.), Madrid, Alianza Universidad Editorial, 1994, 1994, pp. 287-305.

Coelho, António Borges, Raízes da Expansão Portuguesa,5.a ed., Lisboa, Livros Horizonte, 1995, 1985

Costa, António Domingues de Sousa, «O factor religioso, razão jurídica dos Descobrimentos Portugueses», in Actas do Congresso Internacional de História dos Descobrimentos, vol IV, Lisboa, Comissão Executiva das Comemorações do V Centenário da Morte do Infante D. Henrique, 1961, 1961, pp. 99-138.

Costa, Avelino Jesus da, «Normas gerais de transcrição e publicação de documentos e textos medievais e moderno», separata de Actas do V Encontro dos Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Portugueses, 1977, Braga.

Costa, João Paulo Oliveira e (coord.), A Nobreza e a Expansão: estudos biográficos, Cascais, Patrimonia, 2000.

1383-1385 e a Crise Geral dos Séculos XIV-XV. Jornadas de História Medieval. Actas. Lisboa, 20 a 22 de Junho de 1985, História e Crítica, Lisboa, 1986.

Cruz, Abel dos Santos, A Nobreza Portuguesa em Marrocos no Século XV (1415-1464), dissertação de Mestrado em História Medieval apresentada à Faculdade de Letras da Universidade do Porto, exemplar mimeografado, Porto, 1995.

Cruz, Maria Leonor Garcia da, Lourenço Pires de Távora e a Política Portuguesa no Norte de África no Século de Quinhentos, 2 vols., dissertação de Mestrado em História Moderna apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, exemplar mimeografado, Lisboa, 1998.

Cunha, Mafalda Soares da, «A nobreza portuguesa no início do século XV: renovação e continuidade», Revista Portuguesa de História, t. XXXI, vol. 2, 1996 pp. 219-252;
Linhagem, Parentesco e Poder. A Casa de Bragança (1384-1483), Lisboa, Fundação da Casa de Bragança, 1990.
Redes clientelares da Casa de Bragança (1560-1640), Lisboa, Ed. Estampa, 1999.

Dinis, A. J. Dias, «Antecedentes da expansão ultramarina portuguesa. Os diplomas pontifícios dos séculos XII a XV», Revista Portuguesa de História, vol. X, Coimbra, Instituto de Estudos Históricos Doutor António de Vasconcelos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 1962, pp. 1-118.
— «D. Pedro de Meneses, primeiro conde de Vila Real e primeiro capitão e governador de Ceuta», Studia, no. 38, Lisboa, Centro de Estudos Históricos Ultramarinos, Julho de 1974, pp. 517-562.
Estudos Henriquinos, vol. I, Coimbra, Universidade de Coimbra, 1960.

Dornellas, Afonso de, «As armas de Ceuta», História e Genealogia, vol. XIII, Lisboa, Casa Portuguesa, 1924, pp. 99-116.
— «Documentos Antigos: Instituição do vinculo de morgadio dos condes de Villa Real, feita em Ceuta em 1431», Elucidário Nobiliárchico, 1.° volume, no X, Outubro de 1928, pp. 305-319.
— «Governadores capitães generaes de Ceuta. Subsídios», História e Genealogia, vol. IV, Lisboa, Casa Portuguesa, 1916, pp. 21-192.
— «Pereiras de Ceuta. Subsídios genealógicos», História e Genealogia, vol. II, Lisboa, Casa Portuguesa, 1914, pp. 61-75.

Farinha, António Dias, Portugal e Marrocos no Século XV, dissertação de doutoramento em História apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 3 vols., exemplar mimeografado, Lisboa, 1990.

Fernandes, A. de Almeida, «Acção dos Cisterienses de Tarouca. As granjas nos séculos XII e XIII», separata da Revista de Guimarães, Guimarães, 1976.
— «A honra de Gouviães e a sua estirpe (séculos XII-XIII)», separata de Armas e troféus, Braga, 1971.
— «A nobreza na época vimarano-portucalense. Parte I. Problemata», separata da Revista de Guimarães, Guimarães, 1981.

Ferro, Marc, Pétain, Paris, Fayard, 1987.

Fonseca, Luís Adão da, Navegacion e Corso en el Mediterraneo Occidental. Los Portugueses a mediados del siglo XV, Pamplona, Ediciones Universidad de Navarra, 1978.

Franco Silva, Alfonso, (Aportación al Estudio de la Sociedad Feudal Portuguesa: el Senorio de la Vila Real de Tras-os-Montes» in Senores y Senorios, Jaen, Universidad de Jaen, 1997.

Freire, Anselmo Braancamp, Brasões da sala de Sintra, introd. de Luis Bivar Guerra, 3 vols., ed. fac-similada da ed. de 1973 (Imprensa Nacional-Casa da Moeda, a partir da ed. de 1921-1930, da Imprensa da Universidade de Coimbra), Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1996.

Freitas, Judite Antonieta Gonçalves de, A Burocracia do “Eloquente” (1433-1438). Os textos, as normas, as gentes, Cascais, Patrimonia, 1996.
«Teemos por bem e mandamos”: a burocracia régia e os seus oficiais em meados de Quatrocentos, 2 vols., Cascais, Patrimonia, 2001.

Gama, Luís Filipe Marques da, Dos Leais de Sintra e Colares aos da Região Oeste. Uma linhagem medieval inédita, Óbidos, Câmara Municipal de Óbidos, 1997.

Garcia Fernández, Manuel, «Las relaciones internacionales de Alfonso IV de Portugal y Alfonso XI de Castilla en Andalucia: (La participación portuguesa en la Gran Batalla del Estrecho, 1325-1350)» in Actas das II Jornadas Luso-Espanholas de História Medieval, vol. I, Porto, Centro de História da Universidade do Porto/Instituto Nacional de Investigação Científica, 1987, pp. 201-216.

Gayo, Felgueiras, Nobiliário de Famílias de Portugal, 33 vols., ed. de Agostinho de Azevedo Meireles e Domingos de Araújo Affonso, Braga, 1938-1942.

Godinho, Vitorino Magalhães, A Economia dos Descobrimentos Henriquinos, Lisboa, Sá da Costa, 1962.
A Expansão Quatrocentista Portuguesa. Problema das Origens e da Linha de Evolução, Lisboa, Empresa Contemporânea de Edições, 1944.
— «Dúvidas e problemas acerca de algumas tese da história da expansão», in Ensaios, vol. II [Sobre História de Portugal], 2a ed., correcta e ampliada, Lisboa, Sá da Costa, 1978, pp. 87-124.

Gomes, Rita Costa, A corte dos reis de Portugal no final da Idade Média, Lisboa, Difel, 1995.

Heers, Jacques, Escravos e servidão doméstica na Idade Média no mundo mediterrânico, Lisboa, Dom Quixote, 1983.

Hespanha, António Manuel, As vésperas do Leviatham. Instituições e Poder Político. Portugal—Séc. XVII, Lisboa, Ed. de autor, 1986.

Imizcoz Beunza, José Maria, «Comunidad, red social y élites. Un análisis de la vertebración social en el Antiguo Régimen», in Elites, poder y red social. Las élites del País Vasco y Navarra en la Edad Moderna, José Maria Imizcoz Beunza (dir.), Universidad del País Vasco, 1996, pp. 13-50.

Julliard, Jacques, «A política», in Fazer História, Le Goff e Nora (eds.), vol. 1, Lisboa, Bertrand, 1977, pp. 263-285.

Le Goff, Jacques, Saint Louis, Paris, Gallimard, 1996.

Le Goff, Jacques, Chartier, Roger e Revel, Jacques (dirs.), A Nova História, Coimbra, Almedina, 1990 (ed. francesa de 1978).

Le Goff, Jacques, e Nora, Pierre (eds.), Fazer História, 2 vols, Lisboa, Bertrand, 1977-1981 (ed. francesa de 1974).

LEVI, Giovanni, «Les usages de la biographie», Annales ESC, n.o 6, Novembro-Dezembro de 1989, pp. 1325-1336.

Lobato, Alexandre, «Ainda em torno da conquista de Ceuta», Clio, vol. V, Lisboa, Centro de História da Universidade de Lisboa – Instituto Nacional de Investigação Científica, 1985, pp. 21-28;

Lobo, António de Sousa Silva Costa, História da Sociedade em Portugal no século XV e outros estudos históricos, Lisboa, Cooperativa Editora-História Crítica, 1979.

Lopes, David, «Os Portugueses em Marrocos: Ceuta e Tânger», in História de Portugal, dir. literária de Damião Peres e artística de Eleutério Cerdeira, vol. III, Barcelos, Portucalense, 1931, pp. 385-432.

Macedo, Jorge Borges de, História Diplomática Portuguesa – Constantes e Linhas de Força. Estudo de Geopolítica, vol. I, Lisboa, Instituto da Defesa Nacional, 1987.

Marques, A. H. de Oliveira (coord.), A Expansão Quatrocentista, vol. II da Nova História da Expansão Portuguesa, dir. de Joel Serrão e A. H. de Oliveira Marques, Lisboa, Estampa, 1998.
Guia do Estudante de História Medieval Portuguesa, 3.a ed., Lisboa, Estampa, 1988.
História de Portugal. Desde os tempos mais antigos até ao governo do Sr. Pinheiro de Azevedo, 7a ed. [1a ed. de 1972], Lisboa, Palas Ed., 1977.
Portugal na Crise dos séculos XIV e XV, vol. IV da Nova História de Portugal, dir. de A. H. de Oliveira Marques e Joel Serrão, Lisboa, Ed. Presença, 1986.

Marques, José, «Relações Luso-Castelhanas, no Século XV», Revista de Ciências Históricas, Vol. VII, Universidade Portucalense, 1993, pp. 27-46.

Martins, Oliveira, Os Filhos de D. João I, Lisboa, Guimarães Ed., 1983.

Mascarenhas, Jeronimo de, Historia de la Ciudad de Ceuta, Ceuta, Ed. Algaraza – Instituto de Estudios Ceuties, 1995.

Mateos, Francisco, «Bulas portuguesas e espanolas sobre descubrimientos geográficos» in Actas do Congresso Internacional de História dos Descobrimentos, vol. III, Lisboa, Comissão Executiva das Comemorações do V Centenário da morte do Infante D. Henrique, 1961, pp. 327-414.

Mattoso, José, «A Guerra Civil de 1319-1324», in Portugal Medieval. Novas Interpretações, s.l., Imprensa Nacional – Casa da Moeda, 1984, pp. 239-308.
— «A nobreza e a Revolução de 1383», in 1383-1385 e a Crise Geral dos Séculos XIV-XV Jornadas de História Medieval. Actas. Lisboa, 20 a 22 de Junho de 1985, História e Crítica, Lisboa, 1986, pp. 391-402.
A Nobreza Medieval Portuguesa. A família e o poder, 2a ed., Lisboa, Estampa, 1980.

Fragmentos de uma composição medieval, Lisboa, Estampa, 1987.
Identificação de um País. Ensaio sobre as origens de Portugal (1096-1325), Lisboa, Estampa, 1985.
—«Introdução ao estudo da Nobreza Medieval Portuguesa», in A Nobreza Medieval Portuguesa. A família e o poder, 2.a ed., Lisboa, Estampa, 1980, pp. 13-34.
Portugal Medieval. Novas Interpretações, s.l., Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1984.
Ricos-homens, infanções e cavaleiros. A nobreza medieval portuguesa nos séculos XI e XII, Lisboa, Guimarães Ed., 1982.

Mattoso, José e Sousa, Armindo de, A Monarquia Feudal, 2.° vol. de História de Portugal, dir. de José Mattoso, s.l., Círculo de Leitores, 1992.

Mendes, Isabel Maria Ribeiro, «Uma via de resgate dos cativos cristãos em Marrocos: Ceuta», in Ceuta Hispano-Portuguesa, ed. Alberto Baeza Herrazti, Ceuta, Instituto de Estudios Ceutíes, 1993, pp. 273-288.

Mendonça, Manuela, D. João II. Um percurso humano e político nas origens da modernidade em Portugal, Lisboa, Estampa, 1991.

Monteiro, João Gouveia, A Guerra em Portugal nos finais da Idade Média, s.l., Ed. Notícias, 1998.

Morais, Cristóvão Alão de, Pedatura Lusitana (Nobiliário de Famílias de Portugal), 6 tomos, 12 vols., Porto, Livraria Fernando Machado, 1943-1948.

Moreno, Humberto Baquero, A Batalha de Alfarrobeira. Antecedentes e significado Histórico, Lourenço Marques, s.n., 1973.

— «Contestação e oposição da nobreza portuguesa ao poder político nos finais da Idade Média», Ler História, n.o 13, 1988, pp. 3-14.

— «Exilados portugueses em Castela durante a crise dos finais do século XIV (1384-1388)», in Actas das II Jornadas Luso-Espanholas de História Medieval, vol. I, Porto, Centro de História da Universidade do Porto – Instituto Nacional de Investigação Científica, 1987, pp. 69-101.

— «Os movimentos sociais em Portugal nos finais da Idade Média», Revista de Ciências Históricas, vol. I, Universidade Portucalense, 1986, pp. 219-225.

Nascimento, Aires Augusto (trad.), «Os portugueses no Concílio de Constança» in Livro de Arautos, Lisboa, s.n., 1977.

Norton, Manuel Artur, «Genealogias Medievais: Os Braganções» in Actas das II Jornadas Luso-Espanholas de História Medieval, vol. III, Porto, Instituto Nacional de Investigação Científica-Centro de História da Universidade do Porto, 1989, pp. 861-874.

Oliveira, António Resende de, «Os Briteiros (séculos XII-XIV). Trajectória social e política», Revista Portuguesa de História, no 30, 1995, pp. 71-102.

Oliveira, Luís Filipe, A Casa dos Coutinhos: Linhagem, Espaço e Poder (1360-1452), Cascais, Patrimónia, 1999.
— «A expansão quatrocentista portuguesa: um processo de recomposição social da nobreza», in 1383-1385 e a Crise Geral dos Séculos XIV-XV. Jornadas de História Medieval. Actas. Lisboa, 20 a 22 de Junho de 1985, História e Crítica, Lisboa, 1986, pp. 391-402.

Oliveira, Luís Filipe e Rodrigues, Miguel Jasmins, «Um processo de reestruturação do domínio social da nobreza. A titulação na 2.a dinastia», Revista de História Económica e Social, n.o 22, Janeiro-Abril de 1988, pp. 77-114.

Osório, Baltasar, Ceuta e a Capitania de D. Pedro de Meneses (1415-1437), Lisboa, Academia das Ciências de Lisboa, 1933.

Pereira, Reina Marisol Troca, Discursos dos Embaixadores Portugueses no Concílio de Constança. 1416, tese de mestrado em latim medieval apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, policopiada, 1999.

Pina, Isabel Castro, «Linhagem e Património. Os Senhores de Melo na Idade Média», Penélope. Fazer e Desfazer a História, no 12, 1993, pp. 9-26.

Piselli, Fortunata, «Reti sociali e comunicative», in Reti. LAnalisis di NetWork nelle Scienzi Sociali, Fortunata Piselli (ed.), Roma, Donzelli Editore, 1995, pp. VII-LXXIII.

Pizarro, José Augusto de Sotto Mayor, Linhagens medievais portuguesas: genealogias e estratégias, 1279-1325, Porto, Universidade Moderna – Centro de Estudos de Genealogia, Heráldica e História da Família, 1999.

Os patronos do mosteiro de Grijó. Evolução e estrutura da família nobre. Séculos XIa XIV, Ponte de Lima, Ed. Carvalhos de Basto, 1985.

Ramos, Rui, «A Causa da História do Ponto de Vista Político», Penélope. Fazer e desfazer a História, no 5, Janeiro de 1991, pp. 27-47.

Riley, Carlos, «Aspectos da componente juvenil da fidalguia no contexto da crise de 1383-1385», in 1383-1385 e a Crise Geral dos Séculos XIV-XV. Jornadas de História Medieval. Actas. Lisboa, 20 a 22 de Junho de 1985, História e Crítica, Lisboa, 1986, pp. 297-306.

Rosa, Maria de Lurdes, «Cultura jurídica e poder social: a estruturação linhagística da nobreza portuguesa pela manipulação dos impedimentos canónicos de parentesco (1455-1520)», Revista de História das Ideias, vol. 19, Instituto de História e Teoria das Ideias – Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 1998, pp. 229-308.
O morgadio em Portugal. Sécs. XIV-XV. Modelos e práticas de comportamento linhagístico, Lisboa, Editorial Estampa, 1995.

Sampaio, LUÍS Teixeira de, «Antes de Ceuta», in Estudos Históricos, prefácio e notas de Eduardo Brasão, Lisboa, Ministério dos Negócios Estrangeiros, pp. 143-161, 1984 (original de 1923).

Santos, João Marinho dos, Estudos sobre os Descobrimentos e a Expansão Portuguesa, Coimbra, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 1998.

São Payo, António de, «Os Vasconcellos Vilalobos. Uma carta inédita de parentesco e brazão d’armas», Arqueologia e História, vol. IV, Associação dos Arqueólogos Portugueses, Lisboa, 1925, pp. 198-211.

Schaub, Jean-Frédéric, «A História Política nos Annales E.S.C.: mutações e reformulações», Penélope. Fazer e desfazer a História, n.o 14, 1994, pp. 151-177.

Sérgio, António, «A conquista de Ceuta [ensaio de interpretação não-romântica do texto de Azurara]», in Ensaios, ed. crítica orientada por Castelo Branco Chaves e outros, vol. I, Lisboa, Sá da Costa, 1971, pp. 253-271, (original de 1919).

Serrão, Joaquim Veríssimo, «A conquista de Ceuta no Diário veneziano de António Morosini», in Actas do Congresso Internacional de História dos Descobrimentos, vol III, Lisboa, Comissão Executiva das Comemorações do V Centenário da Morte do Infante D. Henrique, 1961, pp. 543-550.

Silva, Isabel Luísa Morgado de Sousa e, «A Ordem de Cristo durante o mestrado de D. Lopo Dias de Sousa (1373?-1417)», Militarium Ordinum Analecta – As Ordens Militares no Reinado de D. João I, no 1, Porto, 1997, pp. 5-126.

Soares, Torquato de Sousa, «Algumas observações sobre a política marroquina da monarquia portuguesa», Revista Portuguesa de História, vol. X, Coimbra, Instituto de Estudos Históricos Doutor António de Vasconcelos da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 1962, pp. 509-555.

Sousa, Bernardo de Vasconcelos e, Os Pimentéis. Percursos de uma linhagem da nobreza medieval portuguesa (séculos XIII-XIV), Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2000.

Sousa, João de Silva e, A Casa Senhorial do Infante D. Henrique, Lisboa, Livros Horizonte, 1991.

Tarouca, Carlos da Silva, «A Graça de Santarém – fundadores e fundações», Brotéria, vol. XXXV, fase. 5, 1942, pp. 395-413.
— «História da Raça – História da Família», Brotéria, vol. XXX, fasc. 1 e 2, 1940, pp. 47-60 (1) e pp. 173-188 (2).
— «O Cartulário do Mosteiro de Santa Clara de Vila do Conde», Arqueologia e História, vol. IV, 8a série, 1947, pp. 11-119.

Távora, Luís Gonzaga de Lencastre e, «A Heráldica funerária do Conde D. Pedro de Meneses», Actas das I Jornadas Arqueológicas, vol. I, Lisboa, Associação dos Arqueólogos Portugueses, 1970, pp. 165-221.

Távora, Luís Gonzaga de Lencastre e; Castro, Miguel de Mello e, «A mais antiga iluminura heráldica portuguesa: armas do Conde D. Pedro de Meneses», Panorama. Revista Portuguesa de Arte e Turismo, no 29, IV série, 1969, pp.35-40.

Tavares, Maria José Pimenta Ferro, «A nobreza no reinado de D. Fernando e a sua actuação em 1383-1385», Revista de História Económica e Social, n.o 12, Julho-Dezembro de 1983, pp. 45-89.

— «Conflitos sociais em Portugal no fim do século XIV», in 1383-1385 e a Crise Geral dos Séculos XIV-XV. Jornadas de História Medieval. Actas. Lisboa, 20 a 22 de Junho de 1985, História e Crítica, Lisboa, 1986, pp. 311-321.

Teixeira, Nuno Severiano, «A História Política na Historiografia Contemporânea», Ler História, n.o 13, 1988, pp. 77-102.

Thomaz, Luís Filipe Reis, De Ceuta a Timor, Lisboa, Difel, 1994.

Veloso, Maria Teresa Nobre, «Para uma bibliografia crítica de História Medieval de Portugal: algumas notas», Ler História, n.o 21, 1991, pp. 24-34;

Ventura, Leontina, A nobreza da corte de Afonso III, 2 vols., tese de doutoramento policopiada apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, 1992.

Ventura, Leontina; Oliveira, António Resende de, «Os Briteiros (séculos XII-XIV). Trajectória social e política», Revista Portuguesa de História, n.o 30, 1995, pp. 71-102.

Vilar, Hermínia Vasconcelos, «A ascensão de uma linhagem: a formação da casa senhorial de Abrantes», in Comunicações 1. Arqueologia do Estado, Lisboa, 1998, pp. 331-344.

Zuquete, Afonso Eduardo Martins (dir. e coord.), Nobreza de Portugal e do Brasil, 3 vols. Lisboa, Ed. Enciclopédia, 1961.

© Publicações do Cidehus, 2004

Conditions d’utilisation : http://www.openedition.org/6540

Acheter

Volume papier

amazon.fr