Version classiqueVersion mobile
OpenEdition Books

D. Pedro de Meneses e a construção da Casa de Vila Real (1415-1437)

 | 
Nuno Silva Campos

Nota introdutória

Texte intégral

1O presente estudo corresponde, com pequenas alterações, à dissertação apresentada no âmbito do curso de Mestrado em Estudos Históricos Europeus, da Universidade de Évora, no final de 2002, com o título «Redes sociais: D. Pedro de Meneses e a construção da Casa de Vila Real (1415-1437)».

2Se inicialmente ainda foi aventada a hipótese de efectuar reformulações profundas ao texto, com vista à sua publicação, a boa aceitação do trabalho levou a que prontamente tal possibilidade fosse afastada. Assim, fizeram-se apenas ligeiras modificações, de modo a esclarecer algumas observações, procurando uma maior fluidez e tentando aligeirar alguma eventual tendência perifrástica; e reorganizaram-se alguns capítulos, visando um melhor equilíbrio formal, sendo que para alguns deles foram atribuídos novos títulos.

3Também foi decidido manter toda a introdução, nomeadamente as partes que se prendem com as opções metodológicas e com o enquadramento historiográfico, pois constituem elementos indispensáveis para que melhor se percebam a abordagem e a perspectiva de análise que nortearam a investigação, confiando ainda, sem falsas modéstias, que poderão eventualmente contribuir para a elaboração de outros estudos com propósitos semelhantes, por parte de outros historiadores.

4É de toda a justiça referir que a elaboração deste trabalho dificilmente seria possível sem a participação de algumas pessoas e instituições a quem quero e devo agradecer publicamente.

5Em primeiro lugar, aos meus pais, por toda a ajuda e apoio prestados; à Tânia, que acompanhou interessadamente todo o projecto e cuja palavra de incentivo esteve sempre disponível; e à Ana e ao Jorge, que facilitaram, sempre que necessário, a minha estadia em Lisboa.

6À Fundação para a Ciência e a Tecnologia, pelo apoio financeiro prestado através da atribuição de uma bolsa, no ano de 2001.

7Não posso esquecer a disponibilidade de todo o conjunto de professores do curso de mestrado no âmbito do qual o estudo foi desenvolvido, um curso intenso e desgastante mas que deu azo a um conjunto de boas dissertações. Devo destacar o incentivo do Professor Doutor Hélder Adegar Fonseca para a inscrição neste curso. E reconheço que foram particularmente úteis os seminários da Professora Doutora Hermínia Vilar, cujos ensinamentos ao nível do conhecimento paleográfico se revelaram essenciais; e da Professora Doutora Mafalda Soares da Cunha, que me forneceu grande parte da metodologia utilizada na investigação.

8Ao CIDEHUS-Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora, e à sua directora, a Professora Doutora Mafalda Soares da Cunha, agradeço o apoio que possibilita a presente edição e publicação da dissertação.

9Devo, contudo, os maiores agradecimentos ao Professor Doutor Filipe Themudo Barata, verdadeiro orientador, que, sempre com o maior interesse, disponibilidade e contagiante boa disposição, me acompanhou ao longo deste trabalho, em todos os aspectos, apaixonante, e a quem se deve, em grande parte, a existência desta investigação.

10A todos, os meus agradecimentos.

© Publicações do Cidehus, 2004

Conditions d’utilisation : http://www.openedition.org/6540