Version classiqueVersion mobile
OpenEdition Books

Arte e vida social

Pesquisas recentes no Brasil e na França

Se a riqueza das trocas entre o Brasil e a França é bastante conhecida no âmbito das ciências sociais como a sociologia ou a antropologia, campos em que a presença francesa no Brasil suscitou intercâmbios muito fecundos que beneficiaram as duas tradições nacionais, o mesmo não acontece na sociologia da arte, área em que os laços entre os dois países ainda permanecem em grande parte inexplorados. Porém, existem claramente duas tradições nacionais marcadas cada uma pelo forte desenvolvimento...


Lire la suite
  • Éditeur : OpenEdition Press
  • Collection : Brésil / France | Brasil / França | 10
  • Lieu d’édition : Marseille
  • Année d’édition : 2016
  • Publication sur OpenEdition Books : 31 mars 2016
  • ISBN : 9782821855854
  • ISBN électronique : 9782821855892
  • DOI : 10.4000/books.oep.482
  • Nombre de pages : 454 p.
Alain Quemin et Glaucia Villas Bôas
França, Brasil e a sociologia da arte

Primeira parte. Etapas e marcas da sociologia da arte na França

Bruno Péquignot
A sociologia das artes e da cultura na França

Gênese, desenvolvimentos e atualidade de uma área de pesquisa

Nathalie Heinich
A arte em regime da singularidade

Algumas características sociológicas da arte contemporânea

Gisèle Sapiro
O campo literário francês

Estrutura, dinâmica e formas de politização

Segunda parte. Estética da ruptura: conceitos, práticas e artistas na arte moderna e contemporânea no Brasil

Luiz Camillo Osório
Genealogias do contemporâneo

Caminhos da arte brasileira

Glaucia Villas Bôas
Estética da ruptura

O concretismo brasileiro

Sabrina Parracho Sant’Anna
O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Frederico Morais, os anos 1960 e a vitória do projeto da vanguarda

Marcelo Mari
Mário Pedrosa

Agit prop e arte independente na periferia capitalista

Frederico Oliveira Coelho
Da Subterrânea ao centro do mundo

Um breve estudo sobre a valorização da obra de Hélio Oiticica

Ana Paula Cavalcanti Simioni
Diásporas do moderno

Artistas brasileiros em Paris, década de 1920

Fernando Antonio Pinheiro Filho
Lasar Segall, pintor brasileiro

Terceira parte. Trajetórias dos artistas, instituições e formas de criação

Lígia Dabul
Artistas plásticos em feira de artesanato

Lugares e sentidos da venda

Kadma Marques et Gerciane Oliveira
Autenticidade, agenciamento e reconhecimento internacional

A trajetória do artista «naïf» Chico da Silva

Marie Buscatto
A arte segundo o ponto de vista do gênero

Ou revelar a normatividade dos mundos da arte

Quarta parte. Leituras e leitores

Tatiana Siciliano
O guerreiro do Theatro Municipal

Arthur Azevedo e sua luta pela consolidação do teatro nacional

Kaoutar Harchi
Condições e modalidades de formação do valor literário em situação colonial e pós-colonial

Abordagem comparativa das obras de Kateb Yacine, Mohammad Dib e Assia Djebar

Quinta parte. Arte contemporânea, mercado e processos de globalização

Cyril Mercier
A evolução do lugar das mulheres no mundo da arte contemporânea francesa

O caso dos colecionadores de arte contemporânea

Maria Lucia Bueno
A condição de artista contemporâneo no Brasil

Entre a universidade e o mercado

Angélica Madeira
Arte compartilhada

Uma teoria possível

Ana Leticia Fialho, Ilana Seltzer Goldstein et Renata Bernardes Proença
Economias da arte contemporânea

Programação, financiamento e gestão em instituições culturais brasileiras

Bibliografia

Acheter

Volume papier

Chargement

Unavailable